Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Celebração religiosa

Planalto sanciona lei que cria Dia da Proclamação do Evangelho

Os calendários vão registrar mais uma marca no dia 31 de outubro. A data em que são comemorados o Dia das Bruxas e o Dia do Saci-Pererê também será marcada pelo Dia Nacional da Proclamação do Evangelho. A presidente da República Dilma Roussef (PT) sancionou nesta terça-feira (13/1) a Lei 13.246/2016, que instituiu a celebração, "sem qualquer discriminação de credo dentre igrejas cristãs". A norma foi publicada entre duas novas leis de grande interesse da advocacia: a que permite a criação da sociedade unipessoal de advogados e a que garante amplo acesso da defesa a inquéritos e investigações.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de janeiro de 2016, 17h51

Comentários de leitores

9 comentários

Estado laico aonde?

Janine S. Rego (Bacharel)

Estado laico aonde? Meu sonho. Embora os feriados religiosos já existentes devam se manter, por revelarem tradição histórica abraçada pelo povo brasileiro, certamente não há qualquer justificativa para a criação de novos feriados ou dias religiosos. Aprendi que as leis devem ser gerais e abstratas e obviamente não é o caso desta. É triste ver como a prática se afasta da teoria.

Coerente.

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Depois de pretender "estocar vento"; "não estabelecer metas mas, quando essas forem cumpridas, ampliá-las"; "empilhar velocidade"; "enaltecer o "homo sapiens" e a "mulher sapiens"; "evocar o início da civilização, advindo com a arca de Noé" e outras pérolas vomitadas da boca da anencéfala mor, qualquer coisa que partir dela ou "referendada" por ela, seguirá o mesmo destino: LATA DE LIXO .

Basta!!!

Luciano - Economista e Estudante de Direito (Bancário)

Reforço a opinião dada pelo nobre colega Neli, fazendo uma pequena retificação "...Chega de sustentar religiões DIRETAMENTE. Deus não precisa de dinheiro de POVO NENHUM..."
E complemento lembrando que o Estado brasileiro é laico, se há homenagens ao Cristianismo, deveria haver ao Ubanda, Islamismo, Judaísmo e até mesmo ao Ateísmo...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/01/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.