Consultor Jurídico

Notícias

Contas no azul

Corte no orçamento da Polícia Federal será recomposto, diz Ministério da Justiça

O Ministério da Justiça informou nesta segunda-feira (11/1), por meio de nota, que os cortes orçamentários nas dotações da Polícia Federal serão recompostos após a sanção da Lei Orçamentária Anual de 2016. Segundo o comunicado, a forma de recomposição será definida por técnicos da pasta e do Ministério do Planejamento.

Na última semana, a PF havia divulgado nota informando que durante o trâmite da proposta orçamentária no Congresso Nacional houve corte de R$ 151 milhões referentes ao custeio da polícia. Ainda segundo a nota, após o corte, o diretor do Departamento da Polícia Federal, Leandro Daiello, recorreu à Justiça, que solicitou ao Planejamento a recomposição.

“Não faltaram nem faltarão recursos financeiros para realização de operações e investigações da Polícia Federal ao longo do corrente ano, conforme vem reiterando o Ministério da Justiça desde o final de 2015”, diz a pasta na nota.

A decisão sobre a recomposição foi anunciada após o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, se reunir com o titular do Planejamento, Valdir Simão e o diretor do Departamento da PF. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 11 de janeiro de 2016, 21h15

Comentários de leitores

1 comentário

Policia republicana

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

Temos que confiar em sua excelência que proclama ser a Polícia Federal republicana.

Há que se observar que a globalização da economia trouxe em sua esteira a ascensão do crime organizado em níveis que ultrapassam a capacidade dos organismos policiais, tornando imprescindível à revitalização e o fortalecimento da estrutura operacional e administrativa da Polícia Federal.

Assim, pelo constante aumento da demanda por bens e serviços de origem ilícita oferecidos por organizações criminosas que passam a agir com tal sofisticação que superam o nível de atuação individual, manifestando-se de forma violenta, corruptora e sem o mínimo temor legal, que dificultam sobremaneira seu alcance pelo sistema jurídico repressivo penal convencional, especialmente em países em processo de mudança como o Brasil e com gravíssima situação social, por si só torna imperioso o aumento dos recursos orçamentários-financeiros da Polícia Federal.

Comentários encerrados em 19/01/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.