Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Dieta da Justiça

Inglaterra vai fechar 86 tribunais de primeira instância por falta de uso

Cinco anos depois de fechar quase um quarto dos tribunais de primeira instância, o Ministério da Justiça do Reino Unido anunciou que vai acabar com mais 86 cortes na Inglaterra e no País de Gales. Segundo o governo, essas cortes são usadas por apenas dois dias por semana. No restante do tempo, permanecem vazias.

O fechamento faz parte do programa do governo para tornar o Judiciário mais econômico e, ao mesmo tempo, eficiente. Segundo o Ministério da Justiça, uma pesquisa mostrou que  48% dos 460 tribunais na Inglaterra não foram usados para audiências e julgamentos por mais da metade do tempo disponível no ano passado. Isso significa que foi gasto dinheiro para manter uma estrutura quase dispensável, disse o governo.

A Ordem dos Advogados da Inglaterra, no entanto, não concorda. A entidade argumenta que o fechamento vai dificultar o acesso à Justiça principalmente nas áreas rurais, onde vive boa parte da população de baixa renda. A advocacia tem insistido para que pelo menos 59 tribunais sejam poupados.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de fevereiro de 2016, 9h47

Comentários de leitores

6 comentários

Ótima ideia

Ed Gonçalves (Bacharel)

Não seria o caso de, aqui no Brasil, fecharem-se os tribunais e algumas varas às segundas e às sextas-feiras, pelos motivos que todos nós já sabemos?

Auxilio-moradia!

Florencio (Advogado Autônomo)

Se fechassem alguns aqui no Brasil, quanto auxílio-moradia se economizaria!

Parabéns à Inglaterra !!!

analucia (Bacharel - Família)

Temos que fechar no Brasil também, tem Tribunal com pouco serviço e obsoleto.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/02/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.