Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Futuros advogados

Índice de aprovação na XX fase do Exame de Ordem fica em 22%

O Conselho Federal da OAB divulgou esta semana a lista de aprovações no Exame de Ordem de acordo com as faculdades da onde saíram os candidatos. Foram 115,3 mil inscritos na última versão da prova, para 25,2 mil aprovados, um índice de aprovação de 22%.

O maior índice do Brasil (considerando apenas faculdades que inscreveram mais de 10 alunos) foi da Universidade Federal de Minas Gerais, que teve 80,85% de seus candidatos aprovados.

Em Brasília, um fato histórico: pela primeira vez a Universidade de Brasília não encabeçou a lista de mais aprovados da cidade. Enquanto a UnB registrou índice de 60% de aprovação, a Escola de Direito de Brasília, do IDP, ostentou a cifra de 65% de seus alunos aprovados no Exame de Ordem. O IDP também apresentou um dos maiores crescimentos no número de aprovados: na edição anterior da prova, 48% dos inscritos se tornaram advogados. Um crescimento de 27% de uma prova para a outra.

Depois das faculdades mineiras, a que mais aprovou foi a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, a UniRio. De acordo com o ranking da OAB, 75% dos alunos da instituição já podem se dizer advogados. Em segundo lugar, ficou a faculdade de Direito da USP de Ribeirão Preto, onde 74% dos inscritos foram aprovados no Exame de Ordem.

A Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, a mais antiga do Brasil e que hoje faz parte da USP, registrou índice de aprovação de 70%. O curso de Direito da Federal de Pernambuco (UFPE) aprovou 68% de seus inscritos. A Faculdade de Direito do Recife hoje integra a UFPE. Foi criada no mesmo dia que a Faculdade de Direito da USP, mas sob o nome de Faculdade de Direito de Olinda.

Além delas, a Universidade Federal de Goiás (UFG) também registrou alto índice de aprovação, de 70%. É a mesma cifra da Federal da Paraíba, Campus João Pessoa. 

*Texto editado às10h54 do dia 29 de dezembro para correção de informação. As maiores taxas de aprovação são da UFMG e do Ibmec de Minas, e não da UniRio, como dizia a primeira versão deste texto.

Clique aqui para ver a lista completa.

Revista Consultor Jurídico, 25 de dezembro de 2016, 10h27

Comentários de leitores

12 comentários

Exame da OAB igual a concurso ? kkkk

analucia (Bacharel - Família)

isto demonstra o despreparo de quem fala isso.... Na verdade, esta anedota foi dita por um Desembargador Carioca, que era advogado e foi para o quinto constitucional do TJRJ, e então os que não conseguem passar no Exame da OAB ficam repetindo isto....... kkkk

VASCO VASCONCELOS - (Administrador)

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

VASCO VASCONCELOS - (Administrador)
.
O senhor disse que o nível da prova da OAB está a de concurso para juiz? Ótimo, afinal para passar no exame da ordem precisa acertar apenas 49 questões (se eu estiver enganado me corrija) e no concurso para juiz, em regra, tem que acertar cerca de 85 pontos...

VASCO VASCONCELOS (Administrador)

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

VASCO VASCONCELOS (Administrador)
.
Se esse país fosse sério (não é) haveria exame de ordem para médicos atuarem. O curso de medicina está indo no mesmo caminho que os cursos de direito. Cada esquina já está tendo faculdade de medicina E, PIOR, os formados saem e já vão atender pessoas, sem que tenham o devido preparo técnico e prático (inclusive irá atender o senhor que deve ser radicalmente contra o exame de ordem para os médicos) pois não há o necessário exame de ordem para médicos.
.
Verão daqui há alguns anos o que se tornará a profissão de médico.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/01/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.