Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Direitos humanos

Membro da DPU é escolhido pela primeira vez para atuar na Corte Interamericana  

Por 

A defensora pública Isabel Penido de Campos Machado será o primeiro representante da Defensoria Pública da União a fazer parte do grupo de defensores que atua em casos de violações junto à Corte Interamericana de Direitos Humanos, em San José, Costa Rica. 

A escolha foi feita durante a reunião do comitê executivo da Associação Interamericana de Defensorias Públicas no dia 2 de agosto, em Assunção, Paraguai. A defensora vai exercer a função pelo período de três anos, podendo ser reconduzida pelo mesmo tempo. 

Isabel é membro da DPU desde 2012. Hoje atua no 9º ofício criminal do órgão em São Paulo. Ela já participou de vários projetos itinerantes da DPU, como o de assistências às pessoas afetadas pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte em Altamira, Pará, em 2015.

Os defensores públicos interamericanos atuam por designação da Corte Interamericana de Direitos Humanos para que assumam a representação legal de vítimas que não tenham designado defensor próprio O trabalho é gratuito. O defensor público interamericano cobra só as despesas que tiver em razão do processo.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2016, 13h58

Comentários de leitores

1 comentário

para atuar nesta função tem que estar inscrita na OAB

analucia (Bacharel - Família)

para atuar nesta função tem que estar inscrita na Ordem dos Advogados, logo a nomeação tem que ser apurada pela OAB

Comentários encerrados em 20/08/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.