Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prerrogativas violadas

OAB-RS faz ato em apoio a advogado impedido de falar em CPI por vereador

A seccional gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil fez um ato nessa quarta-feira (27/4) em apoio ao advogado Rafael Ariza, proibido por um vereador de Porto Alegre de se manifestar durante sessão da CPI da Procempa, em 27 de novembro de 2013, quando seu cliente era ouvido.

O profissional afirmou ter prerrogativa garantida pela Lei 8.906/1994, mas o parlamentar Mauro Pinheiro (na época, do PT, hoje na Rede) argumentou que desconhecia o dispositivo legal, reiterando a negativa de conceder-lhe a palavra. Além disso, o vereador se referia ao advogado como “indivíduo” e, depois de negar-lhe a palavra, chamou a segurança, ordenando que retirasse o profissional do local.

Clique aqui para ler o desagravo público.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 29 de abril de 2016, 14h52

Comentários de leitores

1 comentário

CPI

O IDEÓLOGO (Outros)

A atuação do advogado de um dos investigados na CPI é, essencialmente, de assessoria, porque ele não é parte no procedimento político.

Comentários encerrados em 07/05/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.