Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

10ª Edição

Cúpula do Judiciário prestigia lançamento do Anuário da Justiça no STF

A cúpula do Judiciário brasileiro esteve reunida nesta terça-feira (26/4) para o lançamento da edição comemorativa de 10 anos do Anuário da Justiça Brasil. A cerimônia se deu na sede do Supremo Tribunal Federal, em Brasília, com a presença do presidente da corte, ministro Ricardo Lewandowski, e dos ministros Celso de Mello, Marco Aurélio, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux, Teori Zavascki, Luís Roberto Barroso e Luiz Edson Fachin. Cerca de 400 pessoas prestigiaram o evento.

Comunidade jurídica compareceu em peso para o lançamento do Anuário da Justiça 2016.
Gil Ferreira

O ministro aposentado do Supremo Sepúlveda Pertence também compareceu, bem como os presidentes do Superior Tribunal de Justiça, Francisco Falcão, e do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra Martins Filho. 

Cláudio Lamachia, presidente do Conselho Federal a Ordem dos Advogados do Brasil, Técio Lins e Silva, presidente do Instituto dos Advogados do Brasil, e Carlos José Santos da Silva, presidente do Centro de Estudos de Sociedades de Advogados (Cesa) também marcaram presença na cerimônia. A Associação dos Advogados de São Paulo foi representada pelo diretor Renato José Cury.

Evento reuniu cerca de 400 pessoas no STF.
Gil Ferreira

Ao longo das 10 edições, o Anuário da Justiça registrou como o Judiciário ganhou peso e relevância no cenário político, social e econômico do país ao longo desta última década.

Entre 1940 e 2005, o Supremo Tribunal Federal e os tribunais superiores julgaram um total de 4,8 milhões de processos. Já no período compreendido entre 2006 e 2015, os tribunais de cúpula do Judiciário brasileiro julgaram 6,3 milhões de processos. Ou seja, nos últimos 10 anos, esses tribunais julgaram 1,5 milhão de casos a mais do que nos 65 anos anteriores.

A obra é uma radiografia da cúpula do Judiciário brasileiro. O trabalho exibe os perfis dos 93 ministros integrantes do STF, do Superior Tribunal de Justiça, do Tribunal Superior do Trabalho, do Tribunal Superior Eleitoral e do Superior Tribunal Militar. Mostra também como funcionam as seções e turmas de julgamento.

Nesta mesma terça-feira (26/4) foi inaugurada a exposição “1215: A Magna Carta Libertatum; 1824: A Primeira Constituição Brasileira”, que rememora os 800 anos da Magna Carta da Inglaterra, a primeira Constituição editada na história da humanidade, bem como os quase dois séculos da primeira Constituição brasileira.

Para Lewandowski, publicação traz uma radiografia da cúpula do Judiciário brasileiro.
Gil Ferreira

O Anuário da Justiça Brasil é uma publicação da revista eletrônica Consultor Jurídico, com apoio da Fundação Armando Alvares Penteado.

Leia depoimentos sobre o Anuário da Justiça Brasil

Ministro Ricardo Lewandowski, presidente do STF
“O Anuário apresenta uma verdadeira radiografia da cúpula do Judiciário brasileiro, revelando os traços mas marcantes dos 93 ministros que integram o STF e os demais tribunais superiores, além de mostrar como funcionam as suas seções e turmas de julgamento, bem assim de realçar a jurisprudência mais relevante dessas cortes."

Ministro Celso de Mello, decano do STF
Anuário da Justiça é o repositório da história judiciária do Brasil desses últimos dez anos. Hoje ele nos recorda dos eventos, das dificuldades dos percalços, dos sucessos ocorridos nessa década, mas também nos predispõe para aquilo que há de vir. O Anuário é a cara do Poder Judiciário, porque põe os juízes dos tribunais e da Suprema Corte em contato direto com a comunidade. Acho que ele tem desempenhado e vai continuar a desempenhar um papel de extrema relevância."

Ministro Marco Aurélio, vice-decano do STF
“Reclama-se muito no Brasil de que nós não temos memória e o Anuário da Justiça consegue, justamente, resgatar esse valor maior. A administração pública está submetida a um princípio básico, o princípio da publicidade, que visa a busca da eficiência.O Anuário retrata o dia a dia do Judiciário e isso é muito bom em termos de aperfeiçoamento e de avanço da arte de servir a todos."

Ministro Dias Toffoli, presidente do TSE e ministro do STF
“O Anuário funciona como um manual para quem trabalha na área do Direito. Ao trazer o perfil dos integrantes de cada corte, torna-se mais um mecanismo pelo qual o Judiciário está aberto à sociedade."

Ministro Teori Zavascki, do STF
“A impressão que eu tenho é que o Anuário está a cada ano melhor. Participo desta publicação desde a sua origem e vejo o sucesso que faz pela utilidade que tem, pela visão de conjunto e pelo balanço que consegue fazer do estado da nossa jurisprudência, da prestação jurisdicional e do estado em que os tribunais se encontram. Com seus dados e suas críticas positivas e negativas, o Anuário juda na reformulação que tem que ocorrer sempre."

Ministro Luís Roberto Barroso, do STF
“Lembro quando a personagem Mafalda fez 10 anos, perguntaram para o Quino, seu criador, pensava dela. Ele respondeu que o importante é o que a Mafalda achava dele. E posso dizer que me sinto assim também com o Anuário. Minha preocupação é saber o que o Anuário disse de mim este ano (risos). Acho que é uma forma valiosa de apresentar o Poder Judiciário ao grande público com uma linguagem coloquial e com informações objetivas e relevantes. Esses 10 anos documentam a história e as transformações do Judiciário. Uma das qualidades do Judiciário nos últimos anos foi ter deixado de ser inacessível e que as pessoas não compreendiam para passar a ser um poder que tem interlocução com a sociedade. O Anuário ajuda essa comunicação."

Ministro Luiz Edson Fachin, do STF
"Entendo que são dois os aspectos extremamente importantes do Anuário da Justiça. O primeiro é o conjunto de dados que veicula, dados importantes que se tornam fonte de consulta para estudiosos e estudantes. Mas o segundo aspecto, que reputo tão ou mais importante, é a radiografia que ele faz. Com ela, contribui enormemente com uma sociedade democrática e com a transparência do Poder Judiciário. Por isso, vejo com muitos elogios a publicação, que presta um serviço muito importante à Justiça e à sociedade brasileira."

Ministro Raul Araújo Filho, do STJ
"O Anuário é a obra mais importante sobre a Justiça brasileira, pois faz um retrato sempre abalizado de toda a atividade dos principais órgãos do Judiciário, levando aos profissionais do Direito perspectiva contemporânea e realista do que faz o Judiciário em prol da coletividade e do país. Não pode faltar em nenhuma biblioteca do Brasil."

Ministro Humberto Martins, do STJ
"O Anuário está fazendo 10 anos e demonstra a mudança no perfil do Judiciário brasileiro em defesa da cidadania. O Judiciário tem a cada dia demonstrado a sua sensibilidade no sentido de que as causas sejam resolvidas com brevidade. São 10 anos de contribuições, não só para a cidadania, mas também para o Judiciário brasileiro, que só será mais forte quando a cidadania for respeitada. O Anuário tem demonstrado esse papel transformador."

Ministro Mauro Campbell Marques, do STJ
"Parabenizo a equipe por mais uma contribuição para avaliarmos melhor o nosso trabalho e seguir submetidos às críticas da comunidade jurídica e da sociedade como um todo."

Ministro Luis Felipe Salomão, do STJ
"Esta publicação é uma referência do Judiciário brasileiro, indispensável para todos os profissionais do Direito do Brasil, e hoje tem projeção internacional."

Ministro Antônio Saldanha, do STJ
"Trata-se de um instrumento de aproximação e de interação dos membros do Poder Judiciário com a comunidade jurídica em geral, que permite o conhecimento das características das pessoas que atuam na cúpula do Judiciário, porque não podemos esquecer que são pessoas."

Fabiano Silveira, conselheiro do CNJ
"O Anuário da Justiça se tornou uma fonte obrigatória de consulta para todos os estudiosos da Justiça brasileira, especialmente para nós, conselheiros do CNJ, que temos de nos debruçar sobre os problemas estruturais, cotidianos da Justiça brasileira. Nesse sentido, é uma fonte de pesquisa que ilustra com muita riqueza todo esse cenário de dificuldades que enfrentamos no nosso dia a dia."

Claudio Lamachia, presidente do Conselho Federal da OAB
"O Anuário é uma publicação já consolidada no meio jurídico de uma importância extraordinária para toda a advocacia brasileira, pelo que representa, pelos dados que são publicados, pelas informações que passamos a ter com o Anuário da Justiça. Portanto, mais uma vez, o Conselho Federal da OAB está aqui hoje para parabenizar a ConJur, os organizadores, e deixar registrada a nossa satisfação de termos essa parceria."

Carlos José Santos da Silva – Presidente do Cesa
"Com esta edição do Anuário, é possível ver como o Judiciário evoluiu e como a própria publicação progrediu, abrindo as portas da Justiça do país. Hoje, é uma ferramenta para todos os advogados, que buscam entender seus julgadores e melhorar o próprio desempenho junto às cortes."

João Ricardo Costa, presidente da AMB
"O Judiciário é cada vez mais conhecido pela sociedade brasileira e o Anuário é importante, não apenas para fazer o Judiciário se conhecer, mas para demonstrar externamente, sair das fronteiras do Judiciário. Isso é muito importante nesse momento da sociedade."

Antônio César Bochenek, presidente da Ajufe
"Este lançamento é muito importante, porque trata-se de uma ferramenta indispensável aos operadores do Direito, que revela a diversidade e a riqueza dos integrantes da cúpula do Poder Judiciário."

Adilson Macabu, ministro aposentado do STJ e advogado
"O Anuário é um vaso condutor da vida jurídica do país, ao fazer radiografia da nossa realidade, e ressaltando a grandeza do nosso Judiciário, e de nossa produtividade, que não se compara com a do Judiciário de nenhum país do mundo. Neste momento de crise, talvez o maior desafio seja o fortalecimento das instituições."

Marcelo Nobre, advogado e ex-conselheiro do CNJ
"O Anuário é importante para todos os operadores do Direito por prestigiar o princípio constitucional da transparência."

Pedro Paulo de Barros Barreto, sócio do escritório Sergio Bermudes
"Chego a dizer que o Anuário deve ser elevado à categoria de fonte de Direito, tamanho o número de informações que consegue trazer aos operadores do Direito, não apenas do que acontece no mundo jurídico, mas também do mundo político, principalmente quando se trata dos tribunais superiores. Meus parabéns à Consultor Jurídico e a todos que apoiam essa iniciativa."

Vicente Coelho Araújo, sócio do Pinheiro Neto
"Esta é uma ferramenta que auxilia o advogado que milita nos tribunais superiores. Radiografia das cortes, dos principais atores, ferramenta de grande valia para o advogado."

Jailton Zanon da Silveira, diretor jurídico da Caixa
"A virtude do Anuário está na luz que traz à realidade do Judiciário, aproximando-o mais dos cidadãos."

Conheça os patrocinadores e anunciantes do Anuário da Justiça Brasil 2016:

Patrocinador Máster
Fundação Armando Alvares Penteado – FAAP

Anunciantes
AASP – Associação dos Advogados de São Paulo
Adilson Macabu & Floriano Neto Advogados Associados
Advocacia Fernanda Hernandez
Ancelmo Advogados
Andrade & Fichtner Advogados
Arns de Oliveira e Andreazza Advogados Associados
Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais – ANAFE
Bradesco S.A.
Cesar Asfor Rocha Advogados
Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil
Dal Pozzo Advogados
Dannemann Siemsen Advogados
Décio Freire & Associados
Demarest Advogados
Dias de Souza Advogados
Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados
D'Urso & Borges Advogados Associados
Erick Pereira Advogados
Feldens Madruga
Fernando Fernandes Advogados
Fontes & Tarso Ribeiro Advogados
Fux Advogados
Gamil Föppel Advogados
Governo de Goiás
Hasson Sayeg e Novaes Advogados
Heleno Torres Advogados
Lazzareschi, Hilal, Bolina & Rocha Advogados
Lehmann, Warde & Monteiro de Castro Advogados
Leite, Tosto e Barros Advogados
Loeser e Portela Advogados
Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados
Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques Sociedade de Advogados
Marcelo Leonardo Advogados
Marcelo Nobre Advogados
Maristela Basso Advogados
Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados
Medina Osório Advogados
Moraes Pitombo Advogados
Nelson Wilians & Advogados Associados
OAB-SP
Pinheiro Neto Advogados
Porto Farias e Advogados
Ribeiro, Abrão e Matheus Advogados
Rocha, Marinho e Sales Advogados
Sacha Calmon – Misabel Derzi Consultores e Advogados
Serasa Experian
Sergio Bermudes Advogados
Sociedade São Paulo de Investimentos
Souza Cruz S.A.
Técio Lins e Silva, Ilídio Moura & Advogados Associados
Teixeira, Martins Advogados
Toron, Torihara e Szafir Advogados
TozziniFreire Advogados

 

Confira a lista dos que confirmaram presença:

Ministros – Supremo Tribunal Federal
Ricardo Lewandowski – Presidente
Celso de Mello
Marco Aurélio
Gilmar Mendes
Dias Toffoli
Luiz Fux
Teori Zavascki
Luís Roberto Barroso
Luiz Edson Fachin
Sepúlveda Pertence (aposentado)

Ministros – Superior Tribunal de Justiça
Francisco Falcão (presidente)
Antônio Carlos Ferreira
João Otávio de Noronha
Marco Aurélio Bellizze
Mauro Campbell Marques
Raul Araújo
Rogério Schietti
Sebastião Reis
Luis Felipe Salomão
Humberto Martins
Antônio Saldanha
Adilson Macabu (aposentado)
Cláudio Santos (aposentado)

Ministros – Tribunal Superior do Trabalho
Ives Gandra da Silva Martins Filho – Presidente
Emmanoel Pereira – Vice-Presidente
Cláudio Brandão
Douglas Alencar Rodrigues
Maria de Assis Calsing
Delaíde Arantes

Ministros – Tribunal Superior Eleitoral
Dias Toffoli (presidente)
Gilmar Mendes (vice-presidente)
Luiz Fux

Ministros – Superior Tribunal Militar
William Barros (presidente)
José Coêlho Ferreira
José Barroso Filho

Justiça Federal
Cesar Bochenek - Presidente da Ajufe
Hércules Fajoses – Desembargador do TRF-1

Justiça Estadual
José Roberto Neves Amorim – Desembargador do TJ-SP

Justiça do Trabalho
Francisco José Pinheiro Cruz – Presidente do TRT-14
Guilherme Guimarães Feliciano – Presidente da Anamatra
Nelson Tomaz Braga – Desembargador do TRT-1

Justiça Eleitoral
Leda Bandeira – Diretora-geral do TSE
Verlano de Queiroz Medeiros (juiz do TRE-RN)

Conselho Nacional de Justiça
Ricardo Lewandowski (presidente)
Arnaldo Hossepian Junior (conselheiro)
Emmanoel Campello (conselheiro)
Fabiano Silveira (conselheiro)
Fabrício Bittencourt da Cruz (juiz auxiliar)

Corpo Diplomático

Embaixadores
Symthorien Mutmbo Bakafwa Nsenda – Congo
Jairo Gabel Valverde Bermúdez – Costa Rica
Željko Vukosav – Croácia
Horacio Sevilla Borja – Equador
Milan Cigan – Eslováquia
Alain Brian Bergant – Eslovenia
Julio Armando Martini Herrera – Guatemala
Eugénia Pereira Saldanha Araújo – Guiné Bissau
Brian Glynn – Irlanda
Sunil Lal – Índia
Malek Twal e sra. Hoda Sadaka – Jordânia
Lorena Martinez – Nicarágua
Han Peters – Países Baixos
Andrzej Braiter – Polônia
Per- Arne Hjelmborn – Suécia
Carlos Daniel Amorim – Uruguai
Claudia Gintersdorfer – União Europeia (Chefe da Delegação)
Lior Bem Dor – Israel (ministro)
Bismarck Moura – Israel (assessor)
Florbela Paraíba – Portugal (ministra conselheira)
Ricardo Coury – Myanmar (consul)
Darlan Alves Ferreira Honório – Países Baixos (assessor)
Pereira do Nascimento – Países Baixos (assessor)

Advogados
Cláudio Lamachia – Presidente do Conselho Federal da OAB
Luís Cláudio Chaves – Vice-presidente do CF da OAB
Antonio Oneildo Ferreira – Tesoureiro do CF da OAB
Técio Lins e Silva – Presidente do IAB
Carlos José Santos da Silva – Presidente do Cesa
José Saraiva – Presidente do Instituto dos Advogados do DF
Renato José Cury – Primeiro Tesoureiro da Aasp
Eduardo Vieira – Coordenador da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem
Floriano Dutra Neto - Adilson Macabu & Floriano Neto Advogados
Angela Bordim Martinelli – Advocacia CBM
Alexandre Kruel Jobim – Alexandre K. Jobim Advogados Associados
Antonio Carlos Dantas Ribeiro – Antonio Carlos Dantas Advogados
Fernando Cézar de Souza Cunha  – Aras Advogados
Renato Baggio da Silveira – Aras Advogados
Marlus Arns de Oliveira – Arns de Oliveira & Andreazza Advogados Associados
Fernanda Andreazza – Arns de Oliveira & Andreazza Advogados Associados
Rodolfo Tamanaha – ATC Advogados
Carlos Eduardo Caputo Bastos  – Bastos e Fruet Advogados
André Macedo de Oliveira  – Barbosa Müssnich Aragão Advogados
Giovani Trindade Castanheira Menicucci – Barbosa Müssnich Aragão Advogados
Marcelo de Barros Camargo – Barros Camargo - Advogados
Francisco Giardina - Bichara Advogados
Pierpaolo Cruz Bottini – Bottini & Tamasauskas Advogados
Marcus Flávio Horta Caldeira  – Caldeira, Lobo e Ottoni Avogados Associados
Marcos Vinícius Ottoni – Caldeira, Lobo e Ottoni Avogados Associados
Marco Innocenti
Gustavo Caputo – Caputo, Bastos e Serra Advogados e Francisco Caputo – Caputo, Bastos e Serra Advogados
 Rafael de Alencar Araripe Carneiro – Carneiros Advogados
Marco Aurélio - Celso Cordeiro Advogados
Antonio Araldo Ferraz Dal Pozzo – Dal Pozzo Advogados
Augusto Neves Dal Pozzo – Dal Pozzo Advogados
Beatriz Neves Dal Pozzo – Dal Pozzo Advogados
João Negrini Neto – Dal Pozzo Advogados
Décio Freire – Décio Freire Associados
Thiago Lóes – Décio Freire Associados
Gustavo Andere – Décio Freire Associados
Ana Carolina Magalhães – Décio Freire Associados
Antônio Carlos Gonçalves – Demarest Advogados
Arystóbulo de Oliveira Freitas – Dias Carneiro Advogados
Erick Wilson Pereira – Erick Pereira Advogados
Maria Cristina Campelo de Sousa Pereira – Erick Pereira Advogados
Maurício Portieri Pignatti – Erick Pereira Advogados
Leonardo Martins Cavalcante – Erick Pereira Advogados
Renata Aloise de Freitas – Erick Pereira Advogados
Thalya Gonçalves da Costa Santos – Erick Pereira Advogados
Maria de Fátima Teixeira – Erick Pereira Advogados
Pedro Paulo de Barros Barreto – Escritório de Advocacia Sergio Bermudes
Alexandre Sigmaringa Seixas – Escritório de Advocacia Sergio Bermudes
Mauricio de Figueiredo Corrêa da Veiga – Escritório Corrêa da Veiga Advogados
Luciano Andrade Pinheiro – Escritório Corrêa da Veiga Advogados
Alexandre Fidalgo - Espallargas, Gonzalez, Sampaio, Fidalgo Advogados
Danyelle da Silva Galvão – Faria e Galvão Advogados
Antenor Madruga Filho  – FeldensMadruga
Marcus Vinicius Furtado Coêlho - Furtado Coêlho Advogados
Eduardo Borges - Furtado Coêlho Advogados
Gamil Föppel – Gamil Föppel Advogados
Cássio Hildelbrando  – Hildebrando Advogados
Victor Felfil  – Hidelbrando Advogados
Márcio Cezar Janjacomo  – Janjacomo Sociedade de Advogados
Márcio Cezar Janjacomo Júnior – Janjacomo Sociedade de Advogados
Lúcio Batista Martins – JBS
José Leite Saraiva – José Saraiva e Advogados
Lucas Spezia Justen – Justen Advogados
Marçal Justen Filho – Justen Advogados
Mônica Spezia Justen – Justen Advogados
Ricardo de Paula Feijó – Justen Advogados
Camila Batista Rodrigues Costa – Justen Advogados
Cibele Toldo - Leite, Tosto e Barros Advogados
Patrícia Rios - Leite, Tosto e Barros Advogados
Mauricio Silva Leite - Leite, Tosto e Barros Advogados
Luís Alexandre Rassi – Luís Alexandre Rassi e Romero Ferraz Filho Advogados Associados
Vívian Cintra Athanazio – Machado Meyer Sendacz Opice Advogados
Igor Carneiro de Matos – Mamede de Matos Advogados
Taíssa Matos – Mamede de Matos Advogados
Marcelo Nobre – Marcelo Nobre Advogados
Maristela Basso – Maristela Basso Advogados
Fabio Medina Osório - Medina Osório Advogados
Fabrício Juliano Mendes Medeiros – Medeiros, Lisboa e Horbach
Nelson Wilians  – Nelson Wilians & Advogados Associados
Rafael Durand – Nelson Wilians & Advogados Associados
Gil Vicente Gama – Nelson Wilians & Advogados Associados
Carlos Henrique Girao – Nelson Wilians & Advogados Associados
Leandro Schuch – Nelson Wilians & Advogados Associados
Luiz Roberto Sabbato – Nelson Wilians & Advogados Associados
Júlio Casarin – Nelson Wilians & Advogados Associados
Ophir Cavalcante Junior – Ophir Cavalcante Advogados Associados
Bruno Rutowitsch Carvalho - Porto Farias Advogados
Alex Porto Farias - Porto Farias Advogados
Ricardo Sayeg – Ricardo Sayeg Advogados
Tiago Conde Teixeira  – Sacha Calmon - Misabel Derzi Consultores e Advogados
Ederson Lima – Seba Advogados
Verônica Simões Dias Diniz – Seba Advogados
Vinicius Cruz Advogado – Seba Advogados
Marcelo Aparecido Batista Seba – Seba Advogados
Thalisson de Albuquerque Campos – Seba Advogados
Vinícius Gustavo Martins da Cruz – Seba Advogados
Áryna Martins Dias Rangel - Teixeira, Ferreira e Serrano Advogados
Priscila Roberta de Lima - Teixeira, Ferreira e Serrano Advogados
Renata Machado de Araújo - Texeira, Ferreira e Serrano Advogados
Paulo Henrique Vieira - Vieira, nunes e Vianna Advogados

Mauricio de Andrade Carvalho - Gerente Jurídico do Bradesco
Armando Sérgio Prado de Toledo – consultor da Presidência da Petrobras
Cândido Ferreira da Cunha Lobo – Gerente de Tribunais Superiores/Petrobras
José Flavio Arouche de Souza  – Vice-presidente Jurídico da Nestlé
Marco Antonio Carvalho de Souza – Uniceub
Charles Pilotti dos Santos – Banco do Brasil
Luiz Fernando Telles Rudge – Promon Engenharia
Ricardo Messetti – gerente Jurídico da Confederação Nacional das Instituições Financeiras
Mayara Luisa Matos Loscha – CNIF
Solange Leal – CNIF
Daniela Helena Godoy – Coordenadora-geral do Sesu /Ministério da Educação
Armando de Souza Mesquita Neto – Advogado
Nádia Nayef Saada Mesquita – Advogado

Advocacia Pública
Isaac Sidney Ferreira – Prcurador-geral do Banco Central
Cátia Sandoval Peixoto – Procuradora-geral da USP
Simone Andréa Barcelos Coutinho – Procuradora do Município de São Paulo

Defensores Públicos
Michelle Leite de Souza Santos – Presidente da Anadef
Marta Zanchi – Vice-presidente da Anadep

Ministério Público
Subprocuradores-gerais da República

Antonio Augusto Brandão de Ara
Flávio Giron
Lucas Rocha Furtado
Ricardo José Macedo Britto Pereira
Jefferson Luiz Pereira Coelho
Edmar Jorge de Almeida (Justiça Militar)
Péricles Aurélio Lima de Queiroz (Justiça Militar )
Lucas Rocha Furtado (TCU)
Antonio Carlos Fonseca da Silva
José Robalinho Cavalcanti – presidente da ANPR

Professores
Anna Maria Marques Cintra – Reitora da PUC-SP
Fernanda Magnotta – Coordenadora na FAAP
Naila Cristina Ferreira nucci – Coordenadora de Atividade Pedagógicas/FAAP
Mário Cézar dos Santos – Reitor da Univali (Itajaí-SC)
Luiz B. Nunes Alonso – Pesquisadora da Fumdham

Estudantes de Direito - FAAP
Adriene Lobato de Faria
Amanda Novais Romano
Ana Beatriz Velloso Borges Da Silva
Beatriz Garcia Tonhatti
Dallet Macedo Vidal
Duilio Credidio Squassoni
Gabriel Meireles Bertaco De Sousa
Gabriela Moretti Assis
Georgia Ribas Vicente
Giovanna Aguiar Fávero
Giovanna Gottardi Casseb
Giovanna Narracci
Giulia Christensen
Giullianno Chaves Rodrigues Del Fiore
Igor Vignardi Moro
Isabella Mantoani Massini Dos Santos
Isabella Raucci Facchini
Izabella Alarcon De Castro
João Victor Zogbi Gazel Queiroz
Jordana Florismon Pescio
Julia Favero Da Silva
Juliana C. Sandrini Mokwa
Lucas Russo Ferrer
Lucie Antabi
Magaly Baptista 
Maise Rollemberg Levita Cardoso
Manuela Passanezi Do Amaral
Maria Laura Lima Gonçalves Pacheco E Oliveira
Mariana Ferreira Da Cruz Pires
Nadia Reiter
Rafaela Rotenberg
Stefanie Marie Pamela Rise Romboli
Victor Eduardo Sarmiento Meneguelli
Victoria Eugenia Xavier Rebelo De Queiroz Barros
Victoria Iogolia Biondo
Victtoria Tavares Da Costa

Estudantes de Direito
Adriene Lobato de Faria
Juliana C. Sandrini Mokwa
Magaly Baptista 

Imprensa e Comunicação
Ana Clara – Época
Beatriz Olivon – Repórter/Valor Econômico
Anna Laurindo – Editora/ Brasil Urgente
Andréia Sadi – GloboNews
Isadora Peron – O Estado de S. Paulo
José Pereira – Editor / Band Cidade
Lívia Scocuglia – Jota
Felipe Recondo – Jota
Marcelo D’Angelo – Comunicação/Camargo Correa
Dirceu Pinheiro Arcoverde – Secretário de Comunicação TST
Ricardo dos Reis Rafael – Coordenador de Imprensa TST

Revista Consultor Jurídico, 26 de abril de 2016, 22h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/05/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.