Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime contra honra

AGU vai processar IstoÉ por reportagens que dizem que Dilma "está fora de si"

A Advocacia-Geral da União pedirá ao Ministério da Justiça que determine a abertura de inquérito contra a revista IstoÉ para apurar a ocorrência de crime de ofensa contra a honra da presidente Dilma Rousseff. A AGU também informou que acionará o Judiciário para pedir direito de resposta, com “o mesmo espaço destinado pela revista à difusão de informações inverídicas e acusações levianas”. “Eventuais ações judiciais de reparação por danos morais também estão sob análise de advogados privados da presidente.”

Os processos foram motivados pela reportagem Os 7 crimes de Dilma, publicada na edição da quarta-feira (30/3) da IstoÉ. De acordo com o texto, Polícia Federal, Ministério Público e Justiça Eleitoral “já reúnem elementos para enquadrar a presidente em pelo menos sete crimes”.

A edição anterior, do dia 23 de março, trouxe a manchete Basta!, na qual a revista afirma que os “diálogos interceptados pela ‘lava jato’ mostram que a presidente Dilma agiu para obstruir a Justiça, o que configura crime de responsabilidade, e sua permanência no cargo torna-se insustentável”.

Na sexta-feira (1°/4), a revista publicou outra manchete sobre Dilma, mas em seu site. Com o título Uma presidente fora de si, a reportagem fala que “os últimos dias no Planalto têm sido marcados por momentos de extrema tensão e absoluta desordem com uma presidente da República dominada por sucessivas explosões nervosas, quando, além de destempero, exibe total desconexão com a realidade do país”. Na reportagem, a publicação diz que “Dilma Rousseff perdeu também as condições emocionais para conduzir o governo”.

Revista Consultor Jurídico, 2 de abril de 2016, 17h58

Comentários de leitores

14 comentários

Vale tudo.

Tibério Costa Lima (Advogado Autônomo - Civil)

Cabe ressaltar que há tempos Dilma e o PT perderam a decência para governar, haja vista, fazerem do congresso um balcão de negociação onde o vale tudo impera.

A grande questão é: isso é papel da AGU???

Samuel Cremasco Pavan de Oliveira (Advogado Autônomo)

Me parece evidente que a resposta é negativa.
Oras, à Advocacia-Geral da União cabe defender a instituição Presidência da República. As reportagens em questão são críticas à PESSOA de Dilma, e não à INSTITUIÇÃO que ela comanda momentaneamente (e isso ainda que ela escape do impeachment - a menos que ela pretenda se tornar uma ditadora e se eternizar no poder).

Definitivamente, essa turma não sabe separar o público do privado, o Estado do partido. Misturam tudo, e isso está na raiz tanto do Mensalão quanto do Petrolão (que são irmãos siameses, por sinal).

Desespero petista anunciado

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Tal qual o náufrago que se agarra ao menor pedaço de material flutuante ao seu alcance, assim age a presidente, o ex-presidente LULA e demais asseclas do governo. Como franco-atiradores disparam no escuro contra ruídos e sombras, pois o que importa agora, nessa última trincheira do desespero é a sobrevivência pessoal. Ocorre que a munição, cada vez mais escassa, está se tornando também inócua, porque decorrente sempre do mesmo calibre para o qual já há defesas consistentes e escudos apropriados. Não há mais saída digna e portanto o vale tudo agora envolve tentar "calar" a imprensa com ações judiciais. O menino "Bom Bril" está a postos e fara o possível e o impossível para justificar a sua fidelidade "canina" ao governo, até porque sabe bem que cairá junto com Dilma, inexoravelmente. O Ministro da Justiça, por sua vez, repassa a lição que lhe foi determinada (em troca do cargo) e para isso já arregaçou as mangas (esse não tem nada a perder e simplesmente voltará ao ostracismo de onde saiu). Tempos bicudos esses onde o país é usado contra ele mesmo e a população incitada para que se divida e combata os seus iguais, em prol de uma casta maldita e criminosa que se apoderou da Nação como projeto pessoal de poder e de enriquecimento. Os cegos receberão bengalas brancas, GRÁTIS, pagas pelo Estado protetor para engajamento na batalha e aos ingênuos e ignorantes, em troca do seu sangue, se lhes prometerá uma "bolsa" qualquer ao fim do combate, além da ampliação de cotas para o ingresso nas Proficientes Faculdades do País. Todos prontos para a luta, aguarda a presidência, os militantes fanáticos chiitas e os malandros de sempre que se trave o "BOM COMBATE" em prol do retorno do país às trevas e a manutenção da canalhice de sempre. Avante !

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 10/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.