Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Rotina diferente

TJ-SP publica mudanças no regimento interno para se adequar ao novo CPC

Por 

O Tribunal de Justiça de São Paulo publicou nessa quinta-feira (31/3) mudanças em seu regimento interno para seguir o novo Código de Processo Civil. O texto agora fixa novos prazos, ordens de preferências e atribuições dos relatores, entre outras novidades.

As alterações já haviam sido aprovadas pelo Órgão Especial em fevereiro, mas só agora a redação final foi divulgada. Em sessão na quarta-feira (30/3), o colegiado decidiu publicar o novo regimento mesmo reconhecendo que precisa analisar melhor alguns temas, como a aplicação do incidente de resolução de demandas repetitivas.

O desembargador Borelli Thomaz opinou que não faria sentido aprovar um texto já sabendo que será reformado. Por maioria de votos, porém, venceu a tese de que é normal readequar a redação a partir das experiências práticas do CPC. Desembargadores disseram ainda que atrasar a publicação geraria insegurança à magistratura e à advocacia, já que o novo código está em vigor desde o dia 18 de março.

Pelo menos outros 15 tribunais do país já fizeram mudanças internas, segundo levantamento da revista eletrônica Consultor Jurídico nas cortes superiores, nos 27 tribunais de Justiça e nos cinco tribunais regionais federais.

Clique aqui para ler as emendas.
Clique aqui para ler o regimento atualizado do TJ-SP.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 1 de abril de 2016, 7h44

Comentários de leitores

3 comentários

Conivente com o crime?

Advogado Santista 31 (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Epa, cuidado ae Professor Edson. Isso ai pode dar processo contra você. Relax. Take it easy.

TJSP

Professor Edson (Professor)

Autoritários e antissociais eu não sei, mas que é um tribunal conivente com o crime não tenho dúvidas, e crime grave.

TJSP

O IDEÓLOGO (Outros)

Os autoritários e antissociais membros do TJSP baixam um conjunto de normas em arrepio ao CPC. Enfim, 17 milhões de seres humanos ficam subordinados ao grupo de, aproximadamente mil e quinhentos Juízes.

Comentários encerrados em 09/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.