Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Futuros desembargadores

OAB-SP elege listas sêxtuplas para duas vagas do quinto no TJ-SP

A seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil elegeu neste domingo (24/5) duas listas sêxtuplas para vagas de desembargador no Tribunal de Justiça de São Paulo destinadas ao quinto constitucional. Os escolhidos substituirão os desembargadores Alberto Viégas Mariz de Oliveira, que se aposentou, e José Luís Palma Bisson, que morreu em outubro de 2014.

Os nomes indicados pela OAB serão enviados ao Órgão Especial do TJ-SP que definirá, então, as listas tríplices, encaminhando-as ao governador Geraldo Alckmin, responsável por escolher os novos desembargadores. Ao receber a lista o governador tem um prazo de 20 dias decidir os nomes para a corte.

Candidatos ao quinto constitucional no TJ-SP
Lista 1Lista 2
Ana Paula ZomerMarcelo Ferrari Tacca
Luiz Guilherme da Costa Wagner Jr.Edson Mendonça Junqueira
Fábio de Souza RamacciottiEduardo Azuma Nishi 
Luís Henrique Barbante FranzéRoberta Cristina Rossa
Roseli Katsue SakagutiVitor Monacelli Fachinetti Jr.
José Carlos Costa NettoMaria Augusta da Matta Rivitti

De acordo com a Constituição do estado de São Paulo, artigo 63, um quinto dos lugares dos tribunais de Justiça e de Justiça Militar será composto de advogados e de membros do Ministério Público, de notório saber jurídico e reputação ilibada, com mais de dez anos de efetiva atividade profissional ou na carreira, indicados em lista sêxtupla pela seccional da OAB ou pelo Ministério Público, conforme a classe a que pertencer o cargo a ser provido.

Revista Consultor Jurídico, 25 de maio de 2015, 9h08

Comentários de leitores

4 comentários

Essa a única eficiência da Ordem.

Lauro Soares de Souza Neto, advogado em Marília-SP (Advogado Autônomo - Criminal)

A OAB tem existido apenas pra esse fim: indicar um apaniguado para os Tribunais. Os reles mortais, que não tem aptidão para o funcionalismo público, ficam à deriva. Estamos fritos e sem esperança. Tudo podre!

Mundo só deles

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Mais uma vez, sem qualquer participação da advocacia paulista.

Dado interessante

André Delgado (Outros - Administrativa)

Em uma pesquisa rápida no Google, foi possível a constatação de que dos 12 indicados, 6 deles já tiveram seus nomes em outras listas. Ou seja, metade dos referidos nomes já foram rejeitados pelo TJ/SP. Que dado interessante!

Ressalvo desde logo que não conheço a vida profissional pregressa de nenhum dos integrantes da lista.

Apesar disso, gostaria de saber qual foi (é) a participação da Advocacia ("a" maiúsculo) no processo de escolha desta lista? Ou são grupos da advocacia ("a" minúsculo) que tem participado das indicações?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/06/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.