Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Capital aberto

Escritório de Advocacia vai vender ações na Bolsa de Valores de Londres

Depois da aprovação da lei britânica que permitiu investimento externo na advocacia, foram necessários sete anos para um escritório tomar coragem e anunciar: vai colocar ações à venda na Bolsa de Valores de Londres. A banca Gateley será a primeira a se aventurar no mercado de valores, ainda neste ano. O anúncio foi feito nesta terça-feira (12/5).

A abertura do mercado da advocacia foi autorizada por uma lei de 2007. Desde então, escritórios de médio e grande porte vêm pedindo licença para se tornar uma ABS, nome dado às firmas com sócios não-advogados. Já teve investidor comprando bancas inteiras e empresas de outro ramo montando sua rede de serviço jurídico, mas, até agora, nenhum escritório se arriscou na Bolsa de Valores.

O Gateley nasceu há menos de 10 anos, com a fusão de duas bancas, e se tornou um dos 50 maiores escritórios de Advocacia do Reino Unido. Segundo dados da firma, ela atende mais de 4 mil corporações e outros 1,5 mil clientes particulares. No último ano, o escritório reportou lucro de mais de 20 milhões de libras (quase R$ 1 bilhão).

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 12 de maio de 2015, 12h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/05/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.