Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

51% na rede

Distribuição de processos digitais supera a de processos físicos no TJ-SP

No mês de junho, o Tribunal de Justiça de São Paulo registrou um número superior de distribuição de processos em meio digital se comparado ao processos físicos. Das 368.416 ações encaminhadas aos magistrados, 191.346 foram de forma eletrônica (51,94%) e 177.070 em processos físicos.

De acordo com a corte paulista, é a primeira vez que o digital supera o papel desde a implantação do projeto 100% digital, que tem como meta concluir a digitalização de todas as ações até dezembro deste ano.

Entre os benefícios do processo digital está a o aumento na recuperação de créditos em execução fiscal, segundo o tribunal.

Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre os efeitos da celeridade processual na economia do país mostra que um Judiciário célere propiciaria um aumento de 14% na produção nacional e de 10,4% no nível de investimentos no país, com redução de quase 10% na taxa de desemprego. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

Distribuição de processos em 2015 no TJ-SP

MêsProcessos físicosProcessos digitais
Janeiro66,63%33,37%
Fevereiro62,24%37,76%
Março58,89%41,11%
Abril55,68%44,32%
Maio52,71%47,29%
Junho48,06%51,94%

  

Revista Consultor Jurídico, 26 de julho de 2015, 15h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/08/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.