Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dinheiro de empreiteira

Renan Calheiros se torna réu em ação de improbidade administrativa

O presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), se tornou réu em uma ação civil aberta pela Justiça Federal no Distrito Federal. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal, que investiga se, em 2007, o parlamentar teve despesas pessoais pagas por Cláudio Gontijo, que atuava como intermediador da Empreiteira Mendes Júnior.

Se condenado, Renan pode perder o cargo

Esses valores, segundo reportagens divulgadas durante as investigações, foram usados para pagar a pensão e o aluguel do imóvel onde morava a jornalista Mônica Veloso, mãe de uma das filhas de Renan. Na época, Renan chegou a renunciar à presidência do Senado.

Se for condenado, Renan pode ter que devolver os montantes citados na ação, além de correr o risco perder o cargo público. Na esfera penal, os fatos são investigados no Supremo Tribunal Federal.

A assessoria de Renan Calheiros afirmou que o senador ainda não sabe sobre a ação e que ele se manifestará somente no processo. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 8 de julho de 2015, 22h00

Comentários de leitores

6 comentários

Renan Calheiros...

Palpiteiro da web (Investigador)

Renan Calheiros poderia sair limpo se tivesse apresentado os recibos bancários do depósito da pensão. A moça disse que era do lobista que o dinheiro vinha e que recebia no envelope e ele não apresentou sequer um recibo do depósito para confrontá-la. Ao contrário, só mostrou notas frias e recibos montados. É um mentiroso, um aloprado que está atentando contra o Senado e a democracia. Cassem logo este ordinário!

Isso é brasil!

Coelho (Advogado Autônomo)

Em um país sério esse sujeito estaria atrás das grades usando uma roupa laranja e lavando as privadas. Aqui, é Presidente do Senado. UMA VERGONHA.

Picadeiro

Silva Leite (Estudante de Direito)

Claro que, depois de usar o avião da FAB para assistir os jogos da copa e, até para fazer implante de cabelo, tudo que o ministério público sustenta é verdade, mas, aqui neste brasilsinho, qual político não fez coisa semelhante e ademais quem teria IMPARCIALIDADE OU FOSSE CREDOR DELE PARA CASSÁ-LO. Acho que a matéria poderia se reservar à outros assuntos. Que tal a capacidade do TIRIRICA se é melhor no circo ou no congresso, parece não haver diferença.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 16/07/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.