Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Membro da família

Papagaio está mais seguro em casa do que na natureza

Uma família da São Paulo conseguiu na Justiça o direito de continuar com seu papagaio de estimação, com quem vive desde 1978. Ao julgarem recurso do Ibama, os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 3ª Região consideraram que o bicho já estava integrado ao "meio ambiente familiar" e que a ave, com mais de 20 anos de idade, correria riscos se voltasse à natureza.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 27 de janeiro de 2015, 18h49

Comentários de leitores

6 comentários

Agregar conhecimentos

Cleber de Moraes Monteiro (Corretor de Imóveis)

O permanente interesse em agregar conhecimentos sobre decisões judiciais em relação às matérias de natureza especial, como esta, leva-me a solicita que me seja informado o número do respectivo processo a fim de que eu possa conhecer o inteiro teor da decisão em causa.
Cordialmente.
Cléber Monteiro

Ainda há coisa boa pra ler.

Luciano L. Almeida (Procurador do Município)

Sem mais.

Qto. Mais conheço os homens mais me apego aos animais

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Após mais de três horas e meia, passadas no escritório, a simples visão desse simpático exemplar de papagaio, me fez dar um belo sorriso de alegria. Depois de ler a notícia então até a pressão arterial baixou. Não sei se é triste, cômico ou simplesmente real mas, observando atentamente a humanidade e suas atitudes, cada vez mais me alinho com as sábias palavras do velho provérbio: "QUANTO MAIS CONHEÇO OS HOMENS, MAIS VENERO OS ANIMAIS".

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 04/02/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.