Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Banida da profissão

Advogada é expulsa da Ordem por mentir ao pedir reembolso de passagem de trem

Uma tentativa de ganhar dinheiro em cima das companhias de trem da Inglaterra custou o futuro profissional da jovem Nancy Lee. A entidade que regulamenta a advocacia no país, Solicitors Regulation Authority (SRA), anunciou que ela foi definitivamente banida da profissão por desonestidade. O julgamento foi feito pelo tribunal disciplinar da SRA.

Nancy admitiu ter mentido para conseguir reembolso de passagens de trem. Nos pedidos, ela alegava que o trem foi cancelado ou estava atrasado e pedia o dinheiro de volta. O dinheiro obtido era usado para quitar o empréstimo que ela fez para pagar a faculdade de Direito.

A notícia da expulsão de Nancy foi publicada no jornal da Law Society of England and Wales, a Ordem dos Advogados inglesa, e não agradou a maior parte dos comentaristas. Para os advogados, a punição imposta foi rigorosa demais. Muitos defenderam que bastava exigir o dinheiro de volta e suspender Nancy por alguns meses.

Clique aqui para ler o julgamento em inglês.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 31 de agosto de 2015, 10h48

Comentários de leitores

4 comentários

Advogada expulsa da ordem por mentir

iranilealferreira (Advogado Sócio de Escritório - Família)

O rigor foi excessivo!
A Advogada, merecia uma chance!
Talvez estivesse passando por dificuldades financeiras!
Embora nada justifique a mentira, principalmente quando envolve dinheiro!
Que serva de lição tanto para Nancy como para todos nós Advogados.

Pois é...

Marco 65 (Industrial)

Bem parecido com a OAB...

Banida da Profissão

Clovis Rosa Da Silva (Advogado Autônomo - Empresarial)

Como advogado que sou, já tive problemas com um colega que está suspenso dos quadros da Ordem, Secção Paulista, por levantar dinheiro de cliente e não prestar contas. este advogado (??????) utilizou o número de minha inscrição perante a Justiça do Trabalho. Fiz petições endereçadas aos Juízes trabalhistas e informei o caso à Ordem. Segundo consta, o processo disciplinar está em fase de notificação do referido advogado. E isto ocorreu há mais de um ano e meio.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 08/09/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.