Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nova formação

Mauro Campbell e Paulo de Tarso Sanseverino são eleitos para compor CJF

O Pleno do Superior Tribunal de Justiça elegeu, nesta quarta-feira (12/8), os ministros Mauro Campbell Marques e Paulo de Tarso Sanseverino para serem os novos membros efetivo e suplente, respectivamente, do Conselho da Justiça Federal (CJF). A eleição é consequência da renúncia do ministro Luis Felipe Salomão ao cargo de membro efetivo.

Campbell Marques é ministro do STJ desde 2008, para o qual foi nomeado depois de mais de 20 anos no Ministério Público (tendo sido procurador-geral de Justiça do Amazonas). Em entrevista ao Anuário da Justiça Brasil 2015, o ministro afirma que "hoje, não adianta o juiz ser bom técnico, tem que ser bom gestor". Para ele, a adoção da súmula vinculante pelo STJ é questão de tempo.

Já Sanseverino foi empossado no STJ em 2010, depois de ter sido desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul por cerca de dez anos e juiz por 13. Especialista em contratos, ele considera que parte da culpa pela morosidade do Judiciário se deve às decisões de segunda instância, que não seguem a jurisprudência do STJ.

O CJF é o órgão que supervisiona a Justiça Federal de primeira e de segunda instância nos aspectos orçamentário e administrativo. Tem em sua composição cinco ministros do STJ: o presidente, Francisco Falcão, a vice, Laurita Vaz, e outros três membros efetivos (o mais antigo entre esses é o corregedor-geral da Justiça Federal, cargo hoje ocupado por Jorge Mussi). Há ainda três suplentes.

Completam a composição do CJF os presidentes dos cinco tribunais regionais federais.  Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2015, 21h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/08/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.