Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Exercício do voto

Abstenções nas eleilões geraram "desperdício" de R$ 195 milhões

Levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral mostra que as abstenções registradas nas eleições de 2010, cerca de 53 milhões, resultaram em “desperdício” de aproximadamente R$ 195 milhões. O montante foi calculado com base no custo médio do voto para o Brasil naquele ano, R$ 3,63 por eleitor, de acordo com a corte.

“Ao preparar as eleições, o TSE deve organizar uma estrutura para receber o conjunto total de eleitores aptos a votar. Como mais de 24 milhões de pessoas se abstiveram no primeiro turno, naquela ocasião, desperdiçou-se cerca de R$ 89,3 milhões em recursos públicos como consequência do não comparecimento”, explicou o diretor-geral do tribunal, Athayde Fontoura.

No segundo turno, aproximadamente 29 milhões de eleitores não votaram, gerando desperdício de cerca de R$ 105 milhões. Ainda que o voto não fosse obrigatório, a Justiça Eleitoral é legalmente obrigada a preparar as eleições para atender a totalidade dos que podem votar.

Sobre as abstenções, o presidente do TSE, ministro Marco Aurélio, afirmou que a sociedade costuma se sentir vítima dos maus políticos, mas é, na realidade, autora, pois decide que vence as eleições. “É preferível pecar por ato comissivo a pecar por ato omissivo”.

O número de eleitores cadastrados para votar passou de 135,8 milhões, em 2010, para 141,8 milhões neste ano. O total deve ser fechado na segunda quinzena de julho. Com informações da assessoria de imprensa do TSE.

Revista Consultor Jurídico, 12 de maio de 2014, 18h46

Comentários de leitores

7 comentários

Consciente

preocupante (Delegado de Polícia Estadual)

Voto certo é o voto consciente. É o voto dado porque o eleitor acredita que o futuro agente político além de honesto, e portanto de ficha limpa, possui as qualidades mínimas exigidas para o cargo de tamanha responsabilidade. Caso contrário, estará assinando um cheque em branco para que o ladrão lhe roube e a seus compatriotas.
Infelizmente, a justiça eleitoral com o discurso de que os eleitores têm que votar a qualquer custo, só está contribuindo para replicar o status quo da miséria nos municípios, estados, distrito federal e união, sem deixar perspectiva de melhoras no futuro.
Será esse o seu papel de coadjuvante?

Desperdício de que

preocupante (Delegado de Polícia Estadual)

Quem perde de verdade com as abstenções, votos brancos e nulos são os políticos brasileiros. E quanto maior for esse fenômeno menos legitimidade terá o político eleito com o percentual ínfimo de votos.
Agora eu pergunto ao Excelentíssimo presidente do TSE: Se dentre os políticos candidatos a determinado cargo não há um sequer com as condições mínimas de honestidade, seriedade, compromisso com o interesse público e ainda são processados por vários crimes relacionados a enriquecimento ilícito com o erário público (sendo essa a regra), mesmo assim tenho que votar para não promover um "desperdício" de três reais e alguns centavos?

"que acha que..." quis dizer "quem acha..."

Alexandre Ricardo Menegon (Funcionário público)

"que acha que estou falando"... quis dizer "quem acha que estou falando"

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 20/05/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.