Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Formação de quadrilha

Acusada de atos violentos em protestos, advogada pede asilo político ao Uruguai

A advogada Eloísa Samy Santiago, acusada de participar de atos violentos em protestos no Rio de Janeiro, está no Consulado-Geral do Uruguai para pedir asilo político. Investigada pela operação firewall, da Polícia Civil, ela faz parte de um grupo de 23 ativistas que tiveram prisão preventiva decretada, por associação criminosa, pela 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, na última sexta-feira (18/7).

A informação foi divulgada pelo Instituto de Defensores de Direitos Humanos, organização não governamental da qual Eloísa faz parte. Segundo a entidade, o objetivo da advogada é conseguir o asilo para defender-se, em liberdade, das acusações que são feitas pelo Ministério Público. Ainda de acordo com o IDDH, policiais militares estão cercando a área do consulado, que fica na zona sul do Rio.

“Liberdade já”
Em vídeo publicado no YouTube, a advogada afirma que é perseguida política, “sendo criminalizada pela minha atuação na defesa dos direitos de manifestação. Fui denunciada pelo crime de formação de quadrilha armada com outras 22 pessoas — algumas das quais sequer conhecia”.

“Como advogada, não pude me omitir quando assisti a diversas violações que considero fundamentais: ao direito de moradia, à liberdade de manifestação do pensamento, à dignidade humana”, acrescentou.

“Esse processo ameaça não só meus direitos como cidadã brasileira, mas, também, como ser humano. Consciente dos direitos que me são assegurados pela Declaração Universal dos Direitos Humanos desde 1948, é alarmante que ainda hoje o fantasma do fascismo ronde nossas instituições. Jamais cometi qualquer ato que infringisse a lei, mas estou sendo vítima das forças coercivas do estado, exatamente por defender pessoas que se ergueram e foram às ruas para protestar contra as ilegalidades cometidas por ele próprio.”

“Quem atua na ilegalidade é o Estado. A democracia é regra e nos pertence. Temos o direito de defender nossas ideias, nossos desejos de transformação, para fazer o Brasil ir além. Liberdade já, anistia já para todos os presos políticos”, conclui Eloísa. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 21 de julho de 2014, 13h47

Comentários de leitores

20 comentários

Estado de exceção

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Na verdade ninguém conhece os autos. Vejam:
.
"O vice-presidente da OAB-RJ, Ronaldo Cramer, disse que a entidade quer acolher os que se sentem prejudicados pelas medidas judiciais. “Abrimos as portas para a sociedade denunciar os absurdos que estão acontecendo com este inquérito, que geraram as 28 prisões”, disse.
.
Cramer fez uma lista com o que considera medidas de exceção neste processo: tramita em segredo contra os próprios advogados; a decisão judicial que determinou as prisões não está fundamentada; as prisões têm caráter intimidatório — decretadas às vésperas de uma manifestação anunciada —; os advogados têm dificuldade de ter acesso aos autos e de falar com o magistrado que decretou as prisões; e os advogados sentem-se, de alguma forma, intimidados."

O pior cego é o que não quer ver!

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

O que me espanta, nessa história toda, é que CONTINUAMOS a ter CIDADÃOS que, por razões que não me parecem confessáveis, perseguem a TENTATIVA de FINGIR que os VÂNDALOS e MASCARADOS são santos, que vivem numa DEMOCRACIA e, portanto, TÊM o DIREITO de TUDO FAZEREM para sustentarem suas ideias, já que VIVEM numa DEMOCRACIA. Que bom que o JUDICIÁRIO brasileiro parece começar a se convencer de que os VÂNDALOS e os MASCARADOS - sim, porque nem sempre são os mesmos, sendo os MASCARADOS meros COVARDES, que AGRIDEM e se escondem para não serem reconhecidos dos CIDADÃOS de BEM! - USAM a DEMOCRACIA para, ATRAVÉS da TRANSIGÊNCIA DELA, agredirem e ferirem - quando não assassinam! - os CIDADÃOS DEMOCRATAS que pretendem ou pretendiam USAR os MEIOS DEMOCRÁTICOS para sustentarem sua OPOSIÇÃO aos DESMANDOS da ELITE GOVERNAMENTAL!
Mas, agora, não só a JUSTIÇA, mas também os GOVERNOS de BOA FÉ começam a COMPREENDER, tal como já está ocorrendo em alguns países da Europa, que a DEMOCRACIA NÃO PODE SER USADA por TERRORISTAS e VÂNDALOS, MASCARADOS ou NÃO, para FERIREM e TRANSGREDIREM PRECEITOS MÍNIMOS e BÁSICOS da PRÓPRIA DEMOCRACIA, como é a SEGURANÇA. Sim, têm razão alguns em lembrar que os TERRORISTAS da década de sessenta USARAM da VIOLÊNCIA para AGREDIR os CIDADÃOS de BEM. O ERRO que a sociedade democrática cometeu, foi o de permitir que os Militares agissem como agiram. Recentemente, espero que NÃO SE ESQUEÇAM que foi GRAÇAS a FHC que ganharam eles os privilégios e direitos às indenizações ISENTAS de IRENDA e PREVIDÊNCIA SOCIAL, que lhes foi e é paga. Agora, não creio que cheguemos a esta situação. Mas é mister que PAÍSES e o próprio BRASIL GARANTEM o EXERCÍCIO da DEMOCRACIA pelos CIDADÃOS que querem se manifestar, na FORMA da LEI!

Jogando gasolina no fogo

Eududu (Advogado Autônomo)

Não vou comentar o caso porque não conheço os autos, mas não podia deixar de lembrar que a Dilma e seus companheiros de luta armada, durante anos, mataram inocentes, roubaram lojas, bancos e residências, sequestraram pessoas e aviões, explodiram bombas pelo país, tudo com argumentos iguais aos desses babacas que estão sendo presos, e sempre apoiados pelos queridos partidos de esquerda (igual aos babacas citados). No entanto, dizem até hoje que sofreram uma perseguição injusta do Estado, recebem gordas indenizações e vivem a jactar de seus atos, como se fossem heróis. E, conseguiram chegar e estão no Poder há bastante tempo...
Quem não acredita, dê uma olhada nos depoimentos dos companheiros da Dilma, como o Fernando Pimentel, que recentemente no uol lembrou como ele e cia mataram dois policiais que descobriram o "aparelho" onde estavam, bem como, dias depois, assaltaram dois bancos em Sabará/MG.
A Dilma mesmo foi presa escondendo armas roubadas do Exército! E todo mundo tem peninha dela hoje. O vice do Aécio, Aloysio, também era da turma, tem longa ficha de serviços prestados à causa "comunista/socialista"...
Gostaria que, a partir de agora, o Estado reprimisse com igual presteza as invasões e depredações de fazendas e de prédios públicos e privados feitas pelos MSTs da vida, planejadas com antecedência e realizadas com a conivência do governo e o apoio dos partidos comunistas/socialistas de sempre. Quero ver o mesmo tratamento. Agora é padrão Fifa pra todo mundo.
E cuidado vocês que estão perseguindo e acusando os pobres manifestantes: O(a) terrorista/assassino de hoje poderá ser nosso(a) presidente(a) de amanhã.
É a história quem diz.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 29/07/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.