Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Postagem no Facebook

Ex-candidata da extrema direita francesa é condenada por incitar ódio racial

A Justiça da França condenou, nesta quarta-feira (16/7), Anne Sophie Leclerè, ex-candidata pelo partido de extrema direita Frente Nacional em eleições municipais, a nove meses de prisão por incitação ao ódio racial. Ela comparou a ministra da Justiça, Christiane Taubira, que é negra, a um macaco. Ela também terá de pagar multa de 50 mil euros e ficará inelegível por cinco anos. As informações são da rede Deutsche Welle.

A sentença foi proferida por uma corte de Caiena, capital da Guiana Francesa, onde nasceu a ministra. A ação foi proposta por um membro do partido Walwari, cofundado por Taubira na década de 1990.

Para a Frente Nacional, a sentença é “repugnante” e seria uma das mais duras, em anos, envolvendo “liberdade de expressão”. Leclère afirmou que vai recorrer. “É completamente desproporcional. Fiquei realmente chocada ao saber da sentença. Criminosos são condenados e recebem uma pulseira [de monitoramente eletrônico] e eu ganho a prisão”, disse à agência de notícias AFP.

Em dezembro do ano passado, ela publicou, em sua página no Facebook, uma montagem com a foto de um filhote de chimpanzé e uma da ministra. As imagens traziam as legendas "aos 18 meses" e "hoje", respectivamente. Na época, ela era candidata às eleições municipais de março de 2014, em Rethel, no nordeste da França. O partido a expulsou em seguida, o que não o impediu de também ser condenado a pagar uma multa de 30 mil euros.

Questionado por uma rede de televisão francesa, o porta-voz do presidente François Hollande disse que não comentaria a decisão de um tribunal, mas classificou a postagem como “repugnante”.

Revista Consultor Jurídico, 16 de julho de 2014, 20h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/07/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.