Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Carreira encerrada

Desembargador Penteado Navarro, do Tribunal de Justiça São Paulo, se aposenta

O desembargador Alceu Penteado Navarro, do Tribunal de Justiça de São Paulo, participou sua última sessão de julgamento na 9ª Câmara Criminal. Ele deixa a corte para se aposentar. Membros do Conselho Superior da Magistratura, colegas e servidores prestaram homenagem a ele.

Paulista de Jaú, Navarro formou-se em Direito pela Universidade Mackenzie. Foi servidor público e advogado antes de ingressar na magistratura, em 1975, como juiz substituto na 3ª Circunscrição Judiciária, sediada em Santo André. Foi nomeado desembargador do TJ-SP em 2005. Com informações da assessoria de imprensa do TJ-SP.

Homenagens
O presidente da câmara, desembargador Antonio Sérgio Coelho de Oliveira, deu início aos agradecimentos na última sessão, na quinta-feira (10/7). “Amigo leal, magistrado exemplar, de impressionante conhecimento jurídico, cujo afastamento causará neste Tribunal uma lacuna que jamais será preenchida”, afirmou.

O presidente da corte, desembargador José Renato Nalini, enalteceu a trajetória do amigo e disse que o mais importante é poder contar com a presença dele na esfera afetiva. “Cargos e funções são transitórios, desaparecem com o tempo. As emoções, não. Meu amigo Alceu, seja muito feliz. O TJ-SP lhe agradece por tudo que fez. Desejo que você tenha dezenas de anos pela frente, cada vez mais produtivos, compatíveis com sua capacidade de trabalho e criatividade.”

Navarro agradeceu as homenagens e disse que, após quase 48 anos de serviço público, sai triste por perder o convívio com os colegas. “Penso que somente uma diretriz me guiou no mister de julgar: a independência. Não me importei em decidir contra os poderosos e contra a opinião geral. Segui minha consciência”, acrescentou.

Currículo
Paulista de Jaú, Navarro formou-se em Direito pela Universidade Mackenzie. Foi servidor público e advogado antes de ingressar na magistratura, em 1975, como juiz substituto na 3ª Circunscrição Judiciária, sediada em Santo André. Foi nomeado desembargador do TJ-SP em 2005. Com informações da assessoria de imprensa do TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 14 de julho de 2014, 19h42

Comentários de leitores

3 comentários

Carreira Brilhante

Avivalddi Nogueira Junior (Juiz Militar de 2ª. Instância)

Conheci o Desembargador Alceu Penteado Navarro nos idos de 2002. Era ele Presidente do Tribunal de Alçada Criminal (TACRIM) e eu Presidente do Tribunal de Justiça Militar.
Homem afável, amigo, sempre pronto a nos orientar. Intransigente defensor da justiça. Leal escudeiro da Justiça Militar Bandeirante.
Parabéns Alceu! Muito obrigado!
Avivaldi Nogueira Junior - Juiz do TJMESP

Saudades

EKuntz (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Curioso que ao comentar o "post" já tenha uma mensagem tão bacana de meu antigo e sempre Mestre Toron....
Certamente alguns dirão que o fruto não cai longe da arvore, mas, tratando-se de comentários sobre a pessoa do Dr. Alceu, dada a sua figura ímpar (como magistrado e ser humano), não seria necessária a orientação de nenhum mestre bastando, para tanto, o simples acompanhamento de uma sessão de julgamento em que estivesse essa grande figura presente.
PRESENTE! Esse é o sentimento que tenho ao lembrar que conheci e passei a conviver com o sommelier Dr. Alceu!!
Que a vida continue lhe proporcionando muitos brindes Excelência!!
Um abraço muito carinhoso de toda a Família Kuntz.

Grande Juiz

toron (Advogado Sócio de Escritório)

Dr. Alceu como juiz deixará saudades. No TRE sua gestão foi modelar e só deixou amigos. Cargos, como disse o presidente Nalini, são transitórios, mas o que importa mesmo é o espaço no coração. Este é inapagável. Agora, se ele vier a advogar, será bem vindo, se, ao contrário, preferir, se dedicar à boa vida, só resta dizer que seja muito feliz! Fez por merecer.
Toron, advogado

Comentários encerrados em 22/07/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.