Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Medida extrema

OAB de Pernambuco expulsa advogado que se apropriou de dinheiro de cliente

Por decisão unânime do Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco (OAB-PE), um advogado foi excluído do quadro da instituição. Condenado por estelionato na esfera judicial, ele responde a processo no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-PE, por infração ético-disciplinar.

Em 2011, o homem foi considerado responsável pelo desvio de recursos de um cliente, prejudicando o nome do escritório que representava, à época, na condição de sócio. A exclusão foi determinada com base nos artigos 1º, 2º, parágrafo único, inciso I e II, e 9º do Código de Ética e Disciplina; no Artigo 34, incisos XX, XXI, XXV e XXVII do Estatuto da OAB; e no Artigo 38, inciso II, do também do Estatuto da OAB.

“A exclusão do profissional é medida extrema, que se justifica para a preservação da dignidade da advocacia", afirmou o presidente da OAB-PE Pedro Henrique Reynaldo Alves. Ele acrescenta que a punição a qualquer advogado só é publicada depois de esgotadas todas as possibilidades de recursos. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-PE.

Revista Consultor Jurídico, 23 de dezembro de 2014, 13h05

Comentários de leitores

1 comentário

OAB de Pernambuco expulsa advogado.

Renato C. Pavanelli. (Advogado Autônomo - Civil)

Medida extrema
OAB de Pernambuco expulsa advogado que se apropriou de dinheiro de cliente.
==================================
Se, for realizado um pente fino pelo Brasil em relação à conduta impar de advogados, seja para um grande leque em que a conduta do profissional deva ser a melhor possível, creio, que desse procedimento de expulsar advogados dos quadros das OAB, teríamos um elevado número de maus profissionais perdendo suas carteiras.
Parabéns a OAB do Estado de Pernambuco.

Renato Carlos Pavanelli.

Comentários encerrados em 31/12/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.