Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Intercâmbio jurídico

Supremo firma acordos de cooperação com Judiciários do Mercosul

Os poderes judiciários dos países que integram o Mercosul devem ficar mais próximos. O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, assinou na última terça-feira (17/12) dois acordos de cooperação para promover o maior intercâmbio dos magistrados brasileiros com os do bloco.

Um deles foi com a Associação dos Juízes Federais do Brasil. Segundo o presidente da Ajufe (Associação dos Juízes Federais), Antônio Cesar Bochenek, o convênio tem como objetivo apresentar o Judiciário brasileiro para os juízes estrangeiros e, ao mesmo tempo, possibilitar aos brasileiros conhecer sistemas judiciais, processamentos e tribunais de outros países.

“O intercâmbio dá maior visibilidade às ações do Judiciário brasileiro, recebe juristas e magistrados de outros países e envia juízes do Brasil para conhecer outros sistemas judiciários, além de verificar a influência entre eles”, afirmou.

Lewandowski destacou a importância da iniciativa, que pretende instituir uma “diplomacia judicial”. “Hoje, o Judiciário brasileiro, pela sua importância, pelo avanço tecnológico e pelas boas práticas, vem sendo reconhecido em vários países. Portanto, há uma crescente demanda desse intercâmbio”, disse.

Lewandowski também assinou a renovação de um convênio com a Universidade de Brasília para o Intercâmbio Acadêmico Jurídico-Cultural de alunos de Direito de países membros do Mercosul com estágio no STF. Com informações da assessoria de imprensa do STF

Revista Consultor Jurídico, 19 de dezembro de 2014, 6h56

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/12/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.