Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

"Lava jato"

MPF promete "uma dezena" de ações contra empresários e diretores da Petrobras

O Ministério Público Federal vai ajuizar, nesta semana, “mais de uma dezena” de ações penais e de improbidade administrativa contra empresários e diretores da Petrobras presos na operação "lava jato". A informação é do subprocurador-geral da República, Nicolao Dino, em evento comemorativo ao Dia Internacional contra a Corrupção.

“A operação 'lava jato' pode falar por todos os casos recentes de corrupção no país. Talvez, estejamos diante do maior caso de corrupção da história. Isso nos entristece, certamente porque somos cidadãos e queremos ter a justa expectativa de ver bem aplicados os recursos públicos", disse.

O sub-procurador analisou, entretanto, que a sociedade deve se orgulhar por perceber que as instituições estão funcionando. Para ele, o Brasil precisa simplificar os procedimentos investigativos e modernizar o processo judicial, reduzindo a possibilidade de recursos, para tornar mais ágil e eficaz o combate à corrupção.

"Cada qual a seu modo, com sua competência e, de uma forma sincrônica, estão atuando com o rigor necessário, a independência, para que esse escândalo possa ser submetido a julgamento, com a punição e a condenação de todos os responsáveis que, sem exagero, implica um dos maiores casos de corrupção da história brasileira”, disse.

O Dia Internacional contra a Corrupção é comemorado em 9 de dezembro e remete à data em que o Brasil e mais 101 países assinaram a Convenção das Nações Unidas contra Corrupção, em 2003, na cidade mexicana de Mérida. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 8 de dezembro de 2014, 15h34

Comentários de leitores

1 comentário

desmoralizados

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Esses empresários, que a vida inteira e diversas gerações ganharam dinheiro fácil do governo, agora estão recebendo o castigo merecido, ou seja, aparecem a seus filhos, netos e demais familiares como gatunos, obrigando seus familiares a ficar em filas nas portas de cadeias para levar o denominado "jumbo".

Comentários encerrados em 16/12/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.