Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acesso eletrônico

Ferramenta agiliza busca processual no portal do Judiciário do Maranhão

Informações sobre o andamento de processos na Justiça de primeiro e segundo graus já podem ser pesquisadas com mais agilidade no Portal do Poder Judiciário do Maranhão (www.tjma.jus.br), no campo “consulta processual”, que, após ajustes, ganhou maior evidência, ocupando a área central dos sites e facilitando a busca.

Para acessar os dados sobre os processos em tramitação, o usuário deve informar se a ação está no primeiro ou no segundo grau, a comarca de origem do processo e um dos parâmetros de pesquisa: nome da parte, número do processo ou nome do advogado.

As mudanças na estrutura do portal também possibilitaram o acesso rápido aos principais serviços voltados para o cidadão, advogado, magistrado e servidor. As alterações foram pensadas e efetivadas pela Assessoria de Comunicação e pela Diretoria de Informática do TJ-MA, em parceira com as assessorias da Corregedoria e Esmam.

Em um menu horizontal, o jurisdicionado terá à sua disposição, clicando em “cidadão”, serviços como autorização de viagens para menores, calendário forense, comarcas, conciliação, concursos, plantões, telefones, transparência (gastos do Judiciário), Ouvidoria e Telejudiciário.

Já o advogado que acessa a página eletrônica do Judiciário dispõe de ferramentas de atualização monetária, gerador de custas, compêndio de resoluções, Projudi, provimentos, sustentação oral, entre outros.

Outra melhoria foi a busca refinada dentro do site, cujo novo modelo já está em pleno funcionamento. Ao clicar no item “busca”, uma aba se expande, onde é possível preencher os campos específicos para buscar o conteúdo (termo de pesquisa) que se deseja: se em todo o portal ou por site — TJ-MA, CGJ-MA ou Esmam —, se por todas as áreas ou alguma específica, se por todo o conteúdo das áreas ou algum em especial. Também é possível determinar um intervalo de tempo para que a procura seja feita.

O Portal do Judiciário garante também navegabilidade rápida ao público interno, formado pelos magistrados e servidores. Para os magistrados, basta um clique para acessar áreas como antiguidade, editais de remoção e promoção, Sentinela, webmail, ofícios circulares, provimentos entre outras opções.

Os servidores, por sua vez, têm a opção de navegar pelos sistemas Sentinela, MentoRH, processos seletivos, capacitação, webmail e outros. Com informações da Assessoria de Comunicação do TJ-MA.

Revista Consultor Jurídico, 2 de agosto de 2014, 15h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/08/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.