Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prazo para recursos

Divulgado resultado das provas do concurso do CNJ

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe), banca organizadora do primeiro concurso público para o Conselho Nacional de Justiça, divulgou nesta terça-feira (26/3) o resultado final e provisório, respectivamente, das provas objetivas e discursivas.

Os candidatos podem interpor recursos contra o resultado da prova discursiva a partir das 9h desta quarta-feira (27/3) até às 18h de quinta-feira (28/3), pela página do concurso no site do Cespe, por meio do Sistema Eletrônico de Interposição de Recurso. Os candidatos que desejarem poderão solicitar também acesso ao exame e aos espelhos de avaliação.

As justificativas de alteração ou anulação de gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas estarão à disposição dos candidatos a partir de 1º de abril, também no portal do Cespe. O resultado final na prova discursiva e a convocação para a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência serão publicados no Diário Oficial da União e divulgados na Internet no dia 15 desse mesmo mês.

No último dia 17 de fevereiro, mais de 38 mil pessoas concorreram as 177 vagas de analista e técnico disponíveis para o órgão. Ao todo, foram oferecidas 84 vagas para o cargo de analista. Para o cargo de técnico, foram 93 oportunidades nas áreas administrativas e apoio especializado.

As vagas de nível superior registraram 16.191 candidatos. Já para os cargos destinados a quem tem nível médio, o número de inscritos chegou a 21.884. O índice de faltosos no dia da prova foi de 25,2% entre os candidatos aos cargos de analistas, e 28,8% para aqueles que concorriam aos cargos técnicos.  

O conselheiro Jorge Hélio, supervisor da Comissão de Concurso do CNJ, afirmou que o grande número de inscritos no certame evidenciou a respeitabilidade, perante a sociedade, do órgão responsável pelo planejamento estratégico e pela fiscalização do Poder Judiciário. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 27 de março de 2013, 13h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/04/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.