Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Relação insuficiente

STF nega pedido de Dirceu para ir a enterro de Chávez

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, indeferiu o pedido de José Dirceu de ir à Venezuela para acompanhar o velório do presidente Hugo Chávez, marcado para esta sexta-feira (8/3). Ex-ministro da Casa Civil e réu condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, Dirceu precisa de autorização do STF para deixar o país.

No pedido, assinado pelos advogados José Luís de Oliveira Lima e Rodrigo Dall’Acqua, é dito que Dirceu e Hugo Chávez mantinham uma “relação de amizade” e por isso ele gostaria de ir prestar seus respeitos ao presidente. Ele se compromete a voltar 24 horas depois do enterro. Dirceu foi condenado na AP 470 a dez anos e dez meses de prisão.

Em despacho, o ministro Joaquim Barbosa, relator da Ação Penal, afirma que a “relação de amizade” citada por Dirceu não é suficiente para permitir que ele saia do país. “Note-se que sequer se trata de relação próxima de parentesco”, disse o ministro. A decisão ainda não foi publicada. Com informações da assessoria de imprensa do STF.

Revista Consultor Jurídico, 7 de março de 2013, 15h50

Comentários de leitores

9 comentários

Lugar de vagabundo é na cadeia

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Á eminência parda de Lula,o quadrilheiro ZÉ DIRCEU, só se admitiria a acolhida do pedido para ir ao enterro de Chavez, se ele pudesse comprovar que a sua amizade com o ditador,com quem alega ter tido grande afinidade, fosse tão grande a ponto de "partir com ele" para o inferno (local que aguarda os dois),mesmo antes de julgados os eventuais recursos que interpôs contra a decisão do STF.
Esse safado,que bem poderia ter compartilhado, já de início, o câncer com Chavez, se Justiça Divina existisse,só nos faz esperar ansiosos por issso e pelo mesmo desfecho que dizimou o 'seu líder', quiçá num futuro bem, mas bem próximo mesmo.

Causa-me espécie!

Neli (Procurador do Município)

É de causar espécie o Ministro Barbosa rasgando a Constituição Nacional. Não gosto desta Constituição de 88 que alçou à condição de cidadão bandidos comuns, mas, daí a rasgar o verbo constitucional como esse Ministro fez,é o fim do mundo. Não gosto, também, do José Dirceu(ou de outros condenados pelo mensalão), mas, daí a pegar o passaporte(pena acessória?),antes do trânsito em julgado da sentença penal condenatória é o fim do mundo.Pobre país que eleva á condição de herói quem pica a Constituição Nacional como um papel inservível.

Joaquim Barbosa nega pedido a José Dirceu para ir ao enterro

Domingos Ramos Pereira Cabral (Praça do Exército)

O Brasil identifica todos os políticos corruptos desse país . A fragilidade institucional permite que o Sr. José Dirceu, condenado na Ação Penal 470 , ainda não esteja em seu devido lugar : (ATRÁS DAS GRADES) . Se o julgamento tivesse ocorrido na China, Dirceu e seus asséclas , já não estariam aqui a incomodar .

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 15/03/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.