Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Monopólio dos Correios

Justiça autoriza DHL a entregar passaportes

A empresa DHL Brasil informou nesta segunda-feira (29/10) que entregará os passaportes brasileiros com visto americano que ainda estão sob sua custódia. Desde a última quinta-feira (25/10), a empresa está impedida de fazer a entrega por decisão da Justiça Federal em São Paulo, em ação movida pelos Correios. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos alegou que possui exclusividade dos serviços postais no país e que, por isso, a DHL não poderia fazer as entregas, o que foi confirmado pela Justiça.

A empresa DHL conseguiu autorização judicial na última sexta (26/10) para enviar os passaportes restantes. Os documentos começaram a ser devolvidos nesta segunda no local indicado pelo solicitante do visto.

No site oficial de informações para o pedido de visto americano, o solicitante pode acessar a conta pela internet e conferir, por meio do código de rastreamento do passaporte, se o documento está com a DHL Brasil. Se o número de rastreio não for encontrado, o passaporte deverá estar na Seção Consular, ainda em processo, e não será entregue pela DHL.

A Embaixada dos Estados Unidos orienta que as entrevistas marcadas até dia 1º de novembro sejam reagendadas para data posterior. Cerca de 4 mil pessoas passam por dia na embaixada e nos consulados norte-americanos no Brasil para solicitar o visto. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 29 de outubro de 2012, 21h41

Comentários de leitores

3 comentários

Monopolio Burro dos Correios Brasileiro.

Renato C. Pavanelli. (Advogado Autônomo - Civil)

Monopólio dos Correios Brasileiro.
Vergonha Brasileira.
Seja qualquer partido ou bandeira partidária que seja o monopólio do correio brasileiro devesse ser judicialmente quebrado imediatamente.
Não importa falar, mostrar apontar que esse burro monopólio tem amparo constitucional.
Não existe razão para essa estrutura monstruosa continuar funcionando da forma e maneira em que se encontra, pois, como outras estatais, o correio é um ninho de altos chefes, supervisores, gerentes diretores e assessores, que foram indicados e não concursados, ganham muito pelo pouco ou pelo que nada fazem.
O pior de tudo isso, é que para manter tantos “QIS” os serviços cobrados do cidadão é um absurdo, além de que o péssimo e demorado atendimento nas agencias dos correios.
Já é passado da hora de privatizar ou então liberar outras empresas tipo DHL, FEDEX a prestarem serviços iguais e ponto final.
Sempre digo que os que ganham menos e trabalham muito, são os carteiros e o pessoal da produção, esses sim merecem nossos elogios e respeito, mas o restante dos chamados “QIS” – “Quem indicou” já deveria estar demitidos e obrigados a devolverem seus aos cofres da união os polpudos benefícios e salários pelo que nada fizeram ou nada fazem.
Renato.

País dos absurdos

Balboa (Advogado Autônomo)

Monopólio absurdo, que só serve para encarecer o precário serviço postal brasileiro. E a livre concorrência? Não temos opções e então ficamos nas filas intermináveis, onde somos assaltados com os preços dos "sedex".

Absurdo!!!!!

Maria Aparecida da Silva Dojas (Auditor Fiscal)

Até quando esse monopólio absurdo vai perdurar nesse Brasil atrasado e retrógrado? Qual a justificativa convincente para se manter essa exclusividade nos serviços postais? Será que é porque os correios é uma valiosa moeda de troca para "comprar" partidos para a base aliada? Sera????? Não nos esqueçamos que os correios foi o útero que gestou o ovo do mensalão!

Comentários encerrados em 06/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.