Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Comunicação dialógica

"Cidadão precisa compreender as decisões da Justiça"

Os desafios da comunicação entre o Judiciário e a sociedade serão abordados pelo advogado e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Gustavo Binenbojm, no VI Encontro Nacional do Judiciário. O evento reunirá os presidentes dos 91 tribunais brasileiros em Aracaju (SE), em 5 e 6 de novembro. “Para que o Judiciário encontre sua legitimação na sociedade, é necessária uma estratégia de comunicação dialógica, que faça o cidadão compreender as decisões da Justiça e ao mesmo tempo permita ao Judiciário entender as demandas sociais”, afirma Binenbojm, que é doutor em Direito Público pela UERJ.

Binenbojm participará do painel Gestão do Poder Judiciário: o olhar da sociedade, que será às 11h40 do dia 6 de novembro. Em sua palestra, o especialista vai abordar a comunicação interna e externa do Poder Judiciário, feita não só por meio da imprensa, mas diretamente com os cidadãos. A partir de casos práticos, ele vai demonstrar quais são os aspectos deficitários, que dificultam esse fluxo de informações para os cidadãos, assim como ferramentas capazes de aprimorar essa comunicação e, consequentemente, a relação com a sociedade.

Para o professor, um dos principais desafios do Judiciário é saber de que maneira responder às demandas da opinião pública, sem ignorá-las e, ao mesmo tempo, sem se tornar refém dela. “A comunicação é a face externa da Justiça perante a sociedade. Se não for bem feita, os cidadãos não entenderão o funcionamento do Judiciário”, complementa. Por isso, na visão de Binenbojm, é necessário investir na formação dos julgadores, que nem sempre são preparados para compreender esse papel.

Comunicação nos tribunais
A definição de uma meta voltada à comunicação nos tribunais será um dos temas debatidos pelos presidentes das Cortes na 6ª edição do Encontro Nacional. O evento busca avaliar a Estratégia Nacional estabelecida para a Justiça e definir ações prioritárias a serem perseguidas pelo Judiciário nos anos seguintes. As inscrições para participar do evento, dirigido a presidentes, vice-presidentes e corregedores de tribunais, podem ser feitas pelo portal do Conselho Nacional de Justiça até 29 de outubro. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Serviço:
VI Encontro Nacional do Poder Judiciário
Dias: 5 e 6 de novembro de 2012
Local: Auditório do TJ-SE (5/11) e Hotéis Radisson e Mercure (6/11), Aracaju (SE)
Público-Alvo: Presidente, Vice-Presidentes e Corregedores-Gerais dos tribunais
Objetivo: Avaliação das Metas Nacionais e Discussão de temas prioritários do Poder Judiciário

Revista Consultor Jurídico, 29 de outubro de 2012, 15h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.