Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ecos do mensalão

Justiça de MG condena Delúbio Soares e José Genoino

A Justiça Federal de Minas Gerais condenou nesta segunda-feira (16/10) o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro da sigla Delúbio Soares pelo crime de falsidade ideológica, segundo publicado pelo jornal Folha de S.Paulo.

A ação penal refere-se a empréstimos fraudulentos do Banco BMG para o PT no período do mensalão e foi remetida à Justiça mineira após o fim do mandato de Genoino como deputado. Como ele não se reelegeu em 2010, perdeu a prerrogativa de foro — pela qual teria que ser julgado pelo Supremo.

Segundo a denúncia, o ex-deputado foi avalista de contratos em nome do PT, que ele presidia à época. O empresário Marcos Valério, apontado pelo Ministério Público Federal como operador do mensalão, também foi condenado, assim como dirigentes do BMG — entre eles, Marcio Alaor, Flavio Pentagna, Ricardo Annes Guimarães e João Batista de Abreu.

A juíza Camila Franco e Silva Velano pediu para que o ministro Joaquim Barbosa, relator da Ação Penal 470, o processo do mensalão no STF, seja comunicado da decisão.

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2012, 17h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/10/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.