Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crimes eleitorais

TSE registra prisão de 234 candidatos nas eleições

Por 

O Tribunal Superior Eleitoral registrou, até as 14h10 deste domingo (7/10), 2.565 ocorrências de crimes e irregularidades eleitorais cometidas por eleitores e candidatos nas eleições municipais. Foram registradas 835 ocorrências de candidatos a vereador e prefeito e 1.730 de não candidatos. Foram presas 1.172 pessoas — 234 candidatos e 938 eleitores e cabos eleitorais.

De acordo com os números, 151 candidatos foram presos fazendo boca de urna. Pelo mesmo motivo, foram presas outras 577 pessoas que não disputam cargos nos 5.568 municípios que escolhem, neste domingo, seus dirigentes. Boca de urna é o maior motivo de ocorrência de irregularidades.

Por corrupção eleitoral, rubrica que abrange, principalmente, compra de votos, foram presos 17 candidatos. Foram registradas outras 62 ocorrências por corrupção sem prisão, que envolvem candidatos. Outras 51 pessoas foram presas pelo mesmo motivo. Foram, ainda, registradas irregularidades que envolvem corrupção contra 84 não candidatos.

Depois de boca de urna, o maior motivo de prisões é a divulgação irregular de propaganda eleitoral, proibida por lei no dia da votação. Foram presos 38 candidatos que estavam fazendo propaganda e outros 119 cabos eleitorais.

Segundo o site MidiaNews, a candidata a vereadora Lindinalva da Silva, irmã do ex-presidente Lula, foi uma das detidas. Ela fazia boca de urna numa seção eleitoral instalada na Escola Municipal Marechal Rondon, no bairro Alvorada, em Cuiabá e foi levada em flagrante pela Polícia Federal. Com a candidata, foi apreendido material de campanha. Após ser ouvida pelo delegado federal e plantão, a irmã de Lula foi liberada, sem responder a Termo Circunstanciado de Ocorrência.

 é editor da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 7 de outubro de 2012, 17h40

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/10/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.