Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Falhas técnicas

Apenas 0,4% das urnas eletrônicas apresentaram problemas

Por 

Até as 14h30 deste domingo (7/10), apenas 0,4% das urnas eletrônicas responsáveis por colher os votos nas eleições municipais apresentaram problemas e tiveram de ser substituídas. O percentual representa 1.601 das 407.551 urnas em funcionamento no país.

A informação é do Tribunal Superior Eleitoral, que não forneceu nenhum outro dado sobre o andamento das eleições nos 5.568 municípios do país. Mais cedo, em entrevista coletiva, a presidente do Tribunal, ministra Cármen Lúcia, informou que as eleições transcorriam em clima de total tranquilidade.

Pouco depois, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, Luiz Zveiter, disse em entrevista que cerca de 400 pessoas foram presas por atos proibidos pela legislação eleitoral, como fazer boca de urna e panfletagem. Há registros de casos mais graves, como tentativa de compra de votos. Até agora, apenas uma seção eleitoral teve de substituir a urna eletrônica por votação manual, no Rio de Janeiro.

De acordo com dados do tribunal, 138,5 milhões de cidadãos estão aptos para votar nos mais de cinco mil municípios do país. Os dados do TSE também mostram que o eleitorado feminino superou o masculino. São 52% de eleitoras.

Em 109 cidades, há apenas um candidato concorrendo à prefeitura. Mas segundo o TSE, esse número pode mudar. Isso porque ainda pendem de julgamento cerca de sete mil registros de candidatura, que serão julgados antes da diplomação, até o final de dezembro.

 é editor da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 7 de outubro de 2012, 15h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/10/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.