Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Casa nova

Quatro desembargadores tomam posse no TJ-SP

Quatro desembargadores tomaram posse, nesta terça-feira (27/11), como os mais novos integrantes do Tribunal de Justiça de São Paulo. Os novos desembargadores são: Christine Santini, João Carlos Sá Moreira de Oliveira, Roberto Grassi Neto e Pedro Yukio Kodama. O TJ-SP conta agora com 348 desembargadores.

Orador em nome do TJ-SP, o corregedor-geral da Justiça do Estado de São Paulo, desembargador José Renato Nalini, agradeceu a oportunidade de saudar os empossados e exaltou suas qualidades e trajetórias profissionais. “Três paulistanos e um oriundo de Capão Bonito adentram juntos ao Tribunal de Justiça. História e percursos distintos, testemunhos de heterogeneidade e do pluralismo do Poder Judiciário, concorrerão – a partir deste instante – para renovar e reforçar o ideal de concretização do justo humano nesta Casa.”

A desembargadora Christine Santini contou que, após 25 anos de carreira na magistratura de São Paulo, o dia de hoje é de agradecimento à instituição e a todos que a integram, aos colegas que a acompanharam ao longo da carreira, amigos e familiares. “Que nós, magistrados, e em especial nós que hoje tomamos posse no mais alto cargo da magistratura paulista, nunca nos esqueçamos do nosso real papel perante esse cidadão”, destacou.

O desembargador João Carlos Sá Moreira de Oliveira afirmou que ser magistrado não é uma simples profissão. “É sim, uma forma de viver e agir que, no meu caso, representa tudo aquilo que sempre almejei no Direito e na Justiça, como também na minha própria vida”, disse.

O desembargador Roberto Grassi Neto, falou que, após 26 anos de judicatura, hoje chegou à mais alta corte paulista, mas não sozinho. “O homem que assume essa nova missão, não o faz sozinho. A muitos deve pela formação de seu caráter e de sua personalidade; pelos ensinamentos escolares e acadêmicos transmitidos”, afirmou.

O desembargador Pedro Yukio Kodama agradeceu a todos que o ajudaram em sua trajetória e disse que se sente feliz e extremamente honrado em integrar o maior e o mais importante Tribunal de Justiça do país. “Chego com o entusiasmo de um jovem aprendiz, consciente da grande responsabilidade da função, com metas a cumprir e necessidade de atualização intelectual permanente”, concluiu.

O presidente do TJ-SP, desembargador Ivan Sartori, encerrou a solenidade afirmando que chegam ao Tribunal quatro grandes magistrados e que, após uma carreira profícua, tomam posse como desembargadores. “Sobem a este Tribunal honrando a toga. Tenho certeza que o trabalho de vocês continuará sendo desempenhado com a mesma sensibilidade que têm demonstrado em todos esses anos. Desejo uma caminhada ainda mais proveitosa, tenho certeza que realizarão uma prestação jurisdicional séria.”

A solenidade aconteceu no Salão do Júri do Tribunal de Justiça de São Paulo e contou com a presença de magistrados, integrantes do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, Defensoria Pública, servidores, amigos e familiares dos empossados. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 28 de novembro de 2012, 16h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/12/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.