Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mentiras do passado

Justiça manda indústria do fumo financiar campanha

A juíza Gladys Kessler, da Corte do Distrito de Columbia, nos Estados Unidos, determinou que a indústria do cigarro financie uma campanha pública. A ideia é mostrar que, no passado, houve mentiras sobre os riscos do fumo. Os detalhes da campanha e os custos ainda não foram determinados e as indústrias podem recorrer da decisão.

Segundo a juíza, os fabricantes de cigarros "deliberadamente enganaram o público norte-americano quanto aos efeitos do fumo à saúde" e "intencionalmente desenvolveram cigarros mais viciantes".

No próximo mês, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos deve se reunir com os representantes das empresas de tabaco para discutir a forma como serão executadas as instruções nos maços de cigarros, sites, nas emissoras de televisão e rádio, além dos jornais. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 28 de novembro de 2012, 17h55

Comentários de leitores

9 comentários

Perseguição e Paranóia.

Luiz Carlos Pauli (Comerciante)

Hoje de manhã, obtive a informação atráves de um deputado estadual do RS, de que, o mesmo, havia recebido correspondência de um jornalista estrangeiro(se não me engano alemão). O mesmo, informava que, a respeito da derrota dos anti tabagistas, na COP5 na Coréia do Sul, os mesmos estavam indignados. Essa orquestração, essa verdadeira perseguição - essa gastança mundial contra o cigarro, nada mais é, segundo o jornalista, uma reunião somente de cúpula da ONU e OMS, onde querem colocar todas as suas frustrações, e querem se deslocar pelo mundo, para gastar dinheiro do povo. Pois a idéia é simpática - pois muitos não fumam - e outros não estão nem aí. com isso, conseguem as reuniazinhas deles, falando mal do fumo, ganhando seus dinheiros por palestras, e fazendo franquias com ONGS antitabaco. Olho muito vivo com essas entidades antitabagistas, ou quem é contra o tabaco. Não são nada confiáveis. Hoje, é o fumo - amanha o alcool, amanha o açucar. Cuidado, em breve, se não cortarmos o mal pela raiz, logo logo estaremos todos sendo veganos.

Resposta ao professor universitário criminal

Luiz Carlos Pauli (Comerciante)

Acho que se tem alguem passando inverdades e falsas informações a sociedade é o senhor Eu me baseio em fatos reais que podem sempre serem comprovados e não bobagens do tipo "pode" "segundo estudos" e outras conversas para boi dormir, se não vejamos
a) Processo nr 583.00.1995.523.167-5 justioa paulista 19 vara civil tem laudo final e comprobatório da medicina informando nao terem encontrado causa unica e necessária de que cigarro cause câncer. De posse desse laudo a justiça não autoriza indenização a ex-fumantes;
b) Ministério da Saude - Datasus - CNM-Confederação Nacional dos Municipios informa que morrem somente em torno de 925 fumantes anuais e nunca jamais 200 mil como informam os antitabagitas Tambem é falsa a informação de que são gastos 21 bilhoes com fumantes mas sim se houver é na ordem de 300 milhoes.
c) Livro Risco e Cultura do cientista Aaron Wildavsky e Mary Douglas comprovam que os males do cigarro são um tremendo exagero
Portanto meu amigo, em quem vou confiar? Em voce ou em médicos e cientistas? Aliás eles iriam dizer bobagens que não soubessem e ou teriam de provar mais tarde? Aliás ninguem contestou o laudo nem o cientista Wildavsky
Portanto antes de querer vir aqui ensinar algo, se inteire da realidade e pelo que vemos as informações que voces divulgam sempre são fantasiosas

Difícil de acreditar...

. (Professor Universitário - Criminal)

Não dá para entender os comentários do Sr. Luiz Carlos (comerciante). Primeiramente por colocar tantas informações irresponsáveis e não verdadeiras. Ele deve ter grandes interesses para defender dessa forma a indústria da morte. O fumo É SIM, um dos grandes responsáveis por um grande número de mortes no mundo. Na China morrem milhares de pessoas por dia devido ao fumo e às condições de poluição das grandes cidades. No Japão pouquíssimas pessoas fumam e, dentre as que fumam, evitam jogar as bitucas e as cinzas nas ruas para não sujá-las. Já vi, SIM, mulheres perderem bebês por estarem com os pulmões envenenados. Quanto aos médicos ESTÃO SIM muito preocupados com crianças de 10 ou 12 anos entrando nesse vício nojento do qual não conseguirão mais deixar de sustentar o lucro das indústrias alienígenas. No Brasil se fuma há MUITO MAIS DO QUE 100 ANOS, (como o sr. diz), entretanto, os malefícios só foram descobertos há pouco mais de quatro décadas. O fumo deve ser atacado tanto quanto as bebidas alcoólicas e as drogas ilícitas e o senhor deveria ter vergonha na cara e deixar de defender essa estupidez que é a atitude de fumar.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 06/12/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.