Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

violência urbana

Bandidos roubam 291 armas de fórum no Paraná

Pelo menos 291 armas foram roubadas do Fórum de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada deste domingo. O caso foi registrado na delegacia do município, que investiga o crime. Segundo a polícia, ao menos quatro bandidos praticaram o assalto. Eles renderam o vigia e o amarraram. Depois arrombaram as salas até encontrar o depósito das armas. As informações são do jornal O Globo.

As armas eram revólveres e pistolas, de calibre 32 e 22. Também havia munição, mas ainda não é possível saber quanto foi levado. Poucas semanas antes, armas de grosso calibre foram retiradas do local pelo Exército. O armamento estava dividido em caixas, entre os que aguardavam autorização judicial para destruição e as que serviriam como provas em processos ainda não julgados.

Até as 13h deste domingo, ninguém havia sido preso. A polícia trabalha com a hipótese de que os suspeitos tinham informações sobre as armas guardadas no local. 

Revista Consultor Jurídico, 25 de novembro de 2012, 17h48

Comentários de leitores

2 comentários

ocedimento superado

Ribas do Rio Pardo (Delegado de Polícia Estadual)

A coisa mais arcaica que vejo é encaminhar ao fórum e lá ficar os instrumentos do crime, como armas, rede de pesca, blança (em caso de furto de gado) e tantas outras bobagens que ninguém vê ou pede para ver durante a fase processual. Feita a pericia na arma deveria abrir prazo de 5 dias para a defesa se manifestar sobre a destruição da arma ou coisa. A lei preconceituosa criou obstáculos quase instransponíveis para que tais armas fossem utilizadas pelos órgãos de segurança, obrigando a destruição que é processo burcrático e lento. O dinheiro empregado em armas poderia ser mais bem aproveitado na saúde, no tratamento de pessoas feridas por armas de fogo, inclusive, nós policiais. Já diversas armas excelentes serem encaminhadas para destruição como se nosso páis fosse muito rico.E, nem se alegue que tal arma poderia voltar ao crime, porque toda arma recebida por um policial corrupto pode, independente de ter sido adquirida em licitação ou doada pelo Poder Judiciário.

Estatuto do desarmamento

andreluizg (Advogado Autônomo - Tributária)

Desde o Estatuto está mais difícil para a bandidagem conseguir comprar armas. Um pouco mais só. Pois elas vem principalmente das fronteiras do Brasil (Paraguai, Bolívia...).
Poucos tem coragem de revelar as estatísticas posteriores ao Estatuto do Desarmamento. O índice de homicídios permaneceu o mesmo, só que diminuiu um pouco aqueles considerados passionais, mas foram compensados pelos da "bandidagem". Em compensação a taxa de outros crimes violentos (roubos, latrocínios, estupros...) disparou.
E agora José?

Comentários encerrados em 03/12/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.