Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fraude na prefeitura

Leia decisão que responsabiliza Maluf por desvios

A Justiça de Jersey, paraíso fiscal europeu, determinou a devolução de dinheiro desviado de obras públicas em São Paulo durante a gestão do então prefeito Paulo Maluf. A sentença diz que os recursos foram transferidos para conta em nome de duas empresas, a Durant International Corporation e a Kildare Finance Limited. A Prefeitura de São Paulo afirma que elas pertencem ao ex-prefeito, e a Justiça diz que o dinheiro foi movimentado pela família Maluf.

A sentença determina a devolução de US$ 10,5 milhões e informa que a Justiça vai avaliar o total dos juros. Segundo o procurador-chefe da Procuradoria-Geral de São Paulo, Celso Augusto Coccaro Filho, o ex-prefeito terá que devolver aos cofres municipais cerca de US$ 22,5 milhões, que seria o equivalente ao montante desviado acrescido de juros compostos. De acordo com o procurador, esse valor já está bloqueado. A família de Maluf ainda terá que arcar com as custas do processo, que é de cerca de R$ 5 milhões.

Segundo a sentença, a "Prefeitura de São Paulo foi vítima de uma fraude" e "Paulo Maluf foi parte dessa fraude".

Clique aqui para ler a decisão (em inglês).

Revista Consultor Jurídico, 22 de novembro de 2012, 5h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.