Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

'Verdadeira Justiça'

Partido inspirado em ministros deve ser lançado

O município de Moreno (PE) será berço para o surgimento de mais um partido no país: o Partido da Verdadeira Justiça Brasileira (PVJB). Na definição dos organizadores, a primeira sigla do Brasil a ter inspiração no Judiciário e “em pessoas notáveis”, a exemplo do ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal e a ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, ministra do Superior Tribunal de Justiça. As informações são do Diário de Pernambuco.

De acordo com o presidente da Comissão Provisória Nacional do PVJB, Fábio Rogério Xavier, atualmente filiado ao PPS, a sigla está em processo de construção. “Estamos na etapa de conseguir assinaturas nos nove estados, como manda a legislação. Já conseguimos em sete”, festejou. Depois dessa fase, os organizadores precisam registrar a nova legenda no cartório de ofícios, em Brasília, publicar o estatuto no Diário Oficial de União e, em seguida, solicitar o registro no Tribunal Superior Eleitoral. A previsão dos idealizadores do PVJB é de lançar oficialmente a agremiação no final de dezembro. Para a festa, uma programação está sendo preparada.

Hoje, o Brasil conta oficialmente com 30 partidos. Outros nove aguardam o parecer do TSE. Além desses, outros estão sendo articulados, como é o caso do Partido de Defesa do Consumidor do Brasil (PDCB), idealizado pelo ex-candidata a vereadora do Recife Renê Patriota (PV).

Questionado sobre a proliferação de partidos no país, Fábio Rogério ressaltou que os deputados federais contrários à criação de novas legendas não estão preocupados com a ideologia partidária, mas em perder o fundo partidário. “Na verdade, eles querem evitar o surgimento de um outros Kassab (Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo e presidente nacional do PSD). São poucos os que se preocupam em moralizar a política. Queremos ter voz e defender nossos ideias”, defendeu.

Revista Consultor Jurídico, 20 de novembro de 2012, 13h09

Comentários de leitores

8 comentários

Venha fazer parte do pvjb em seu estado

PARTIDO PVJB (Prestador de Serviço)

Aos interessados em constituir os pré-diretórios ou participar do ato de fundação do novo Partido PVJB, podem entrar em contato na fanpage do facebook http://www.facebook.com/PartidoPVJB ou pelo e-mail partidopvjb@hotmail.com, ou pelo telefone (81) 88363673 falar com Edivan Carneiro.

Não é necessário

. (Professor Universitário - Criminal)

O país não necessita de mais partidos, ao revés, há que se extinguir várias das legendas de aluguel. Entretanto, os Ministros Barbosa e Eliana Calmon devem, sim, participar da vida política partidária após suas respectivas aposentadorias no Judiciário. São ícones da decência, contrariamente ao que se vê hoje nos governos corruptos e irresponsáveis, cujas quadrilhas atuam impunemente no país. Quanto aos ministros lewandowski e toffoli (com minúscula), podem sair pela porta dos fundos do STF e desaparecer que ninguém notará suas ausências.

Inspirado ou avalizado?

J.A.Tabajara (Advogado Autônomo)

Fico à espera da publicação dos detalhes, dentro das alternativas possíveis: 1.O novo partido pode ser um golpe oportunista, objetivando captar votos, SEM QUALQUER COMPROMISSO COM A LINHA DE CONDUTA DOS DITOS INSPIRADORES; 2. Pode estar fundado REALMENTE na conduta asséptica dos inspiradores; 3. Pode estar AVALIZADO ou não por Eliana Calmon e Joaquim Barbosa. Dentro dessas premissas, passarei "com armas e bagagem" para o novo partido se ficar comprovada a última alternativa. Quanto à criação de um novo partido político, afirmo que é impossível existirem mais do que cinco opções ideológicas justificando e fundamentando a existência de agremiações partidárias: Extrema esquerda; extrema direita; centro; esquerda moderada, e direita moderada. Por ora, se a regra é multiplicar "associações" políticas, inclino-me a apoiar aquela que venha a higienizar este grande e pobre Brasil.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 28/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.