Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pedido ao ministro

"É inconveniente julgar o mensalão agora", disse Lula

Em um encontro secreto no escritório do ex-ministro Nelson Jobim, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu a ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, para tentar adiar o julgamento do mensalão. Quem afirma é reportagem da revista Veja. Como gratificação, Lula ofereceu blindagem na CPI que investiga as relações do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com políticos e empresários. 

"Fiquei perplexo com o comportamento e as insinuações despropositadas do presidente Lula", afirmou o ministro. O encontro aconteceu em 26 de abril. Na conversa, Lula disse que é "inconveniente" julgar o processo agora. Ele também comentou uma viagem a Berlim em que Mendes se encontrou com o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO), hoje investigado por suas ligações com Cachoeira.

A reportagem conta que Lula também procuraria o presidente do STF, ministro Carlos Ayres Britto, para tentar adiar o julgamento. Na instalação da Comissão da Verdade, durante um almoço, Lula convidou Ayres Britto para tomar um vinho com ele e o amigo comum Celso Antonio Bandeira de Mello, um dos responsáveis pela indicação do atual presidente do Supremo

“Estive com Lula umas quatro vezes nos últimos nove anos e ele sempre fala de Bandeirinha. Ele nunca me pediu nada e não tenho motivos para acreditar que havia malícia no convite", disse. Ele diz que a "luz amarela" só acendeu quando Gilmar Mendes contou sobre o encontro, "mas eu imediatamente apaguei, pois Lula sabe que eu não faria algo do tipo".

Leia abaixo a conversa entre Lula e o ministro Gilmar Mendes:

— É inconveniente julgar esse processo agora — disse Lula a Gilmar a propósito do processo do mensalão. São 36 réus, entre eles o ex-ministro José Dirceu, que segundo Lula contou a Gilmar, “está desesperado”.

Em seguida, Lula comentou que tinha o controle político da CPI do Cachoeira. E ofereceu proteção a Gilmar. Garantiu que ele não teria motivo para preocupação.

— Fiquei perplexo com o comportamento e as insinuações despropositadas do presidente Lula — comentou Gilmar com a VEJA.

Lula foi adiante em sua conversa com Gilmar:

— E a viagem a Berlim?

Nos bastidores da CPI corre a história de que Gilmar e o senador Demóstenes Torres teriam viajado juntos a Berlim com despesas pagas por Cachoeira.

Gilmar confirmou o encontro com Demóstenes em Berlim. Mas respondeu que tinha como provar que pagou as próprias despesas,

— Vou a Berlim como você vai a São Bernardo do Campo — afirmou Gilmar se dirigindfo a Lula. Uma filha de Gilmar mora em Berlim.

Constrangido, Gilmar aconselhou Lula:

— Vá fundo na CPI.

Na cozinha do escritório, onde Lula comeu frutas, Gilmar ainda ouviu ele dizer outras coisas. Por exemplo: que encarregaria Sepúlveda Pertence, ex-ministro do STF, de convencer a ministra Carmem Lúcia a deixar o julgamento do mensalão para 2013.

Pertence foi o principal padrinho da indicação de Carmem Lúcia para o STF.

— Vou falar com Pertence para cuidar dela — antecipou Lula.

Estava aflito com a situação de Ricardo Lewandowski, lembrado por dona Marisa para a vaga que hoje ocupa no STF. Amigo da família da ex-primeira-dama, Lewandowski é o ministro encarregado de revisar o processo do mensalão relatado por seu colega Joaquim Barbosa.

— Ele (Lewandowski) só iria apresentar o relatório no semestre que vem, mas está sofrendo muita pressão [para antecipar] — revelou Lula,

Joaquim Barbosa foi chamado por Lula de “complexado”. Lula ainda se referiu a outro ministro — Dias Toffoli, ex-advogado-geral da União durante parte do seu governo e ex-assessor de José Dirceu na Casa Civil.

— Eu disse a Toffoli que ele tem de participar do julgamento — disse Lula.

Toffoli ainda hesita.

Se o julgamento do mensalão ficasse para 2013, seu resultado não seria contaminado “por disputas políticas”, imagina Lula. O que ele não disse: nesse caso, os ministros Ayres Britto e Cezar Peluso já estariam aposentados. Os dois parecem ser favoráveis à condenação de alguns dos réus. Caberia a Dilma nomear seus substitutos.

Gilmar Mendes contou seu encontro com Lula a dois senadores, ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ao advogado-geral da União e ao presidente do STF, Ayres Britto. Que disse a Veja:

— Recebi o relato com surpresa.

Jobim, confirmou o encontro em seu escritório, mas se negou a dizer o que por lá foi discutido.

Revista Consultor Jurídico, 26 de maio de 2012, 18h18

Comentários de leitores

35 comentários

Vejam que interessante!...

Richard Smith (Consultor)

.
trecho do post de hoje de REINALDO AZEVEDO no seu "blog":
.
"Rui Falcão, presidente do PT, parece ter escolhido o método Osama Bin Laden de comunicação com as suas 'células'. Quando tem algo a dizer, grava um vídeo. Hoje, gravou um novo vídeo. Volta a convocar a sociedade e a militância petista, desta vez para proteger Lula e o PT, que estariam sendo vítimas de uma nova conspiração. É o extremo da cara de pau! Os petistas estão preocupados porque Brasília inteira sabia da intensa movimentação de bastidores de Lula para tentar cabalar votos no Supremo. Ainda que tudo se resumisse a conversas e gestões amigáveis, tudo já seria absolutamente impróprio. Ocorre que o ApeDELTA foi muito além disso. A sua conversa com Gilmar Mendes caracterizou pura e simplesmente… chantagem!
.
Falcão põe em curso a estratégica que acusei no texto que deveria ter sido publicado no fim desta madrugada, que consiste em declarar a santidade de Lula, a intocabilidade de sua imagem — e, pois, a inaceitável iconoclastia daqueles que não respeitam o sagrado.
.
Quer saber, Falcão? Vá dar rasante ameaçador em outra freguesia!!! A Constituição e as leis é que põem limites em Lula, não é Lula que determina os limites da Constituição e das leis. Ainda que as massas saíssem às ruas para defendê-lo, conforme o senhor pretende, nem elas teriam o condão de jogar no lixo os códigos que nos regem. Na democracia não é assim, não!
.
Também ao senhor lembro a máxima: ou vocês se conformam em viver numa sociedade democrática, segundo as leis, ou dizem na cadeia, segundo as leis, por que não! Esse discurso de Falcão não deixa de ser uma forma velada de ameaça. Tal propósito, levado ao extremo, tem nome: terrorismo!"
.
Na pinta, não?!
.
PERDEU, PT! O POVO ACORDOU!

Risos e mais risos. Mas um alerta aos navegantes!

Richard Smith (Consultor)

Mas é de causar frouxos de riso as tentativas desesperadas dos "jornalistas 'de serviços'" do PIG (Partido da Imprensa Governista), também conhecido como JEG - Jornalismo da Esgotosfera Governista e dos sicários da BESTA - Blogosfera Estatal em tentar dissipar o cheiro de "carne queimada" emanado pelas últimas estrepolias do ApeDELTA Sem-Dedo, o único brasileiro, além dos loucos e das crianças, que é INIMPUTÁVEL (ou era, né?).
.
Os PeTralhas Tarefeiros Partidários e os seus auxiliares, os PeTelhos tontos e inocentes úteis, que "aparelham" todos os espaços (até este democrático aqui) desdobram-se na sua DESESPERADA tentativa de distorcer os fatos, quase sempre com aquela "lógica" sem igual e com o seu intenso amor à verdade (que para elles é aquela que consta dos manuais apanhados lá no Diretório) que logo os denuncia, impiedosamente!
.
E por quê o DESESPERO?! É porque como os seu focinhos farejam que os ares estão MUDANDO! e que as façanhudas patranhas por longos nove anos disparadas a torto e a
direito já não estão colando mais! É o que o saudoso Tancrêdo Neves chamava de "O terrível levantar de sobrancêlhas da sociedade"!
.
E quando a maré costuma mudar, logo vem as defecções do antigos e "fiéis" aliados, que podem ser tudo, menos burros e que sempre apostam na sua sobrevivência política. E aí o rôlo compressor vai perdendo porcas, arruelas, até se desconjuntar todo!.
.
MAS CUIDADO! É neste momento que as ratazanas imundas e pestilentas tornam-se mais perigosas!
.
O pt já demonstrou que não tem mínimos escrúpulos de partir "para o pau" se ameaçados os seus planos de hegemonia absoluta na Sociedade!
.
Temo muito que tenhamos de passar por tempos ruins e, talvez até, sangrentos, até que nos livremos da corja que empolgou o poder.

Ôps!

Richard Smith (Consultor)

.
Entre vários outros erros de digitação, frutos da pressa e de alguma dislexia, "JORNALISMO INVESTIGATIVO" e não como constou. Sorry...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 03/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.