Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Comandantes da ação

Responsáveis por massacre dos Carajás serão presos

Nesta segunda-feira (7/5) foi expedido mandado de prisão contra o coronel Mário Colares Pantoja e o major José Maria Pereira de Oliveira — os dois foram responsabilizados na Justiça por comandarem a ação da Polícia Militar que causou a morte de 21 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), no episódio conhecido como massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará, em 1996.

O mandado foi expedido pelo Tribunal de Justiça do Pará. Desde o massacre, o coronel e o major respondiam pelo processo em liberdade devido aos vários recursos apresentados por seus advogados contestando a sentença que os condenou. Na última decisão, Pantoja foi condenado a 228 anos de prisão e o major Oliveira a 158 anos e quatro meses, ambos em regime fechado.

Durante a ação policial, 19 sem-terra morreram. Outros dois morreram a caminho do hospital. A ação contou com a participação de mais de 150 policiais militares. O massacre motivou a criação da Jornada Nacional da Luta por Reforma Agrária, uma mobilização que ocorre todos os anos no mês de abril, também conhecida como Abril Vermelho. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 7 de maio de 2012, 18h55

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/05/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.