Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Casa nova

Justiça do RS inaugura novo foro de Lajeado

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, desembargador Leo Lima, inaugurou na manhã desta quinta-feira (26/1) o novo Foro de Lajeado, no Vale do Taquari. O prédio custou R$ 10,7 milhões, oriundos de recursos próprios do poder Judiciário, a partir do gerenciamento de parte dos depósitos judiciais.

De entrância intermediária, a comarca de Lajeado jurisdiciona ainda os municípios de Cruzeiro do Sul, Santa Clara do Sul, Marques de Souza, Forquetinha, Sério, Canudos do Vale e Progresso. Tramitam 29.676 processos.

A juíza-diretora do Foro, Carmem Luíza Rosa Constante Barghouti, disse que a entrega do prédio é um presente à comunidade, exatamente no dia em que o município completa 121 anos. Depois da solenidade, o presidente do TJ-RS percorreu as dependências do prédio e conversou com os servidores.

O juiz Luís Antônio de Abreu Johnson, titular da Vara de Família e do Juizado da Infância e Juventude, prestou uma homenagem ao desembargador Leo Lima, fazendo-lhe a entrega de uma estatueta do maior payador da América Latina, Jayme Caetano Braum. Payador é uma espécie de artista que emprega poesia improvisada, num estilo originário da Argentina.

Participaram ainda da solenidade o 2º vice-presidente do TJ-RS, desembargador Voltaire de Lima Moraes; o juiz-corregedor da Região, Rui Rosado de Aguiar Neto; o juiz-assessor da Presidência do TJ-RS, Rinez da Trindade; o desembargador Francisco José Moesch; e os magistrados da Comarca, Débora Gerhardt de Marque, Ney Alberto da Motta Vieira, João Gilberto Marroni Vitola e Cássio Benvenutti de Castro; além de diversos prefeitos do Vale do Taquari. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RS.




 

Revista Consultor Jurídico, 27 de janeiro de 2012, 7h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/02/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.