Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Momento de reflexão

Piauí sedia 90º encontro do colégio de presidentes

Na próxima quinta-feira (26/1), acontece o 90º Encontro do Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil. A solenidade de abertura acontecerá às 19 horas, em ato solene, no Auditório do Poder Judiciário piauiense. Os trabalhos do evento prosseguem durante toda sexta-feira (27/1), até o fechamento da programação com a elaboração da Carta de Teresina.

Este será o primeiro evento de 2012, e pretende reunir os 27 presidentes dos demais tribunais do país para discutir e analisar assuntos relevantes para as cortes estaduais de todo o Brasil. A abertura será feita pelo presidente do Colégio de Presidentes, desembargador Marcus Faver, em sessão solene, para em seguida, o presidente do TJ-PI, desembargador Edvaldo Pereira de Moura, fazer a saudação aos participantes e oficializar a instalação do 90º Encontro do Colégio Permanente. Haverá ainda entrega de comendas a homenageados pelo Tribunal de Justiça, AMPI e Escola Superior da Magistratura do Estado.

Na oportunidade, será assinado também um convênio entre a o TJ-PI e a Prefeitura de Teresina para a implantação do projeto "Justiça nas Escolas" nas unidades da capital. O projeto visa mobilizar, através de ações do Judiciário estadual, diversos setores da sociedade em um esforço para enfrentar o assédio moral mediante violência física e psicológica (bullying), o consumo de drogas e os registros civis incompletos entre as crianças e adolescentes em idade escolar no estado.

89º Encontro
Em outubro de 2011, o evento foi realizado em João Pessoa e marcou também as comemorações dos 120 anos de instalação do Tribunal de Justiça da Paraíba. Durante os dois dias do encontro, os presidentes de TJ's debateram princípios, prerrogativas e funções institucionais do Poder Judiciário, a integração entre os Tribunais de Justiça do país, o intercâmbio de experiências funcionais e administrativas, bem como o aprofundamento de temas jurídicos e questões judiciais que possam ter repercussão em mais de um Estado da Federação, na busca da uniformização de entendimentos, respeitadas a autonomia e as peculiaridades locais. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-PB. 

Revista Consultor Jurídico, 24 de janeiro de 2012, 7h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/02/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.