Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Interessados em adotar

Cadastro Nacional de Adoção tem 27 mil pretendentes

O Cadastro Nacional de Adoção tem 27.298 pessoas dispostas a adotar, de acordo com dados apurados em 10 de janeiro. O número de crianças e adolescentes disponíveis para adoção se mantém menor dos que os interessados, 4.985 no país. O juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça e coordenador do cadastro, Nicolau Lupianhes Neto, disse que o objetivo do banco de dados é acelerar o processo de adoção.

"A possibilidade de adoção passou ser nacional com o CNA. Antes os pretendentes tinham que comparecer a diversos juízos a fim de se habilitar. Com a criação do cadastro nacional, essa habilitação passou a ser nacional", afirmou Lupianhes.

A maior parte dos interessados em adoção possui entre 41 e 50 anos (10.741); seguidos por pessoas de 31 a 40 anos (8.533); e, os pretendentes com mais de 61 anos somam 3.456. Dos interessados, 6.670 têm filhos biológicos e outros 2.566 têm filhos adotivos. Os casais são a maioria (21.747) dos inscritos e as pessoas que vivem união estável somam 2.286. 

A maior parte dos interessados em adotar reside em São Paulo, onde estão 7.330 do total de inscritos no CNA. Também ocupam lugar no ranking dos cinco estados com mais pretendentes, respectivamente, Rio Grande do Sul (4.278), Paraná (3.859), Minas Gerais (3.581) e Santa Catarina (2.076). Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 24 de janeiro de 2012, 17h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/02/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.