Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aberto a sugestões

Sartori visitará comarcas para escutar servidores

Por 

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, quer mostrar que realmente está disposto a cumprir os compromissos que assumiu quando chegou ao posto mais alto da corte paulista. Após liberar o saldo remanescente do orçamento do ano passado para pagar atrasados à servidores; exigir do CNJ nomes de desembargadores investigados pelo Conselho, para que o TJ-SP pudesse também fazer uma apuração; analisar irregularidades no recebimento de créditos atrasados, na primeira sessão do Órgão Especial no ano; o presidente anunciou que ferá visitas a diversas comarcas da Justiça paulista, para conhecer in loco as dificuldades que refletem na prestação jurisdicional.

A primeira visita será nesta sexta-feira (20/1) à 9ª Circunscrição Judiciária, com sede em Rio Claro, onde houve a explosão de uma bomba caseira no último dia 12 que feriu dois funcionários. Além de conhecer as dificuldades do Judiciário na região, o presidente do TJ-SP pretende prestar apoio aos juízes e servidores locais. Ainda na tarde desta sexta-feira, Sartori visita o servidor atingido pelo artefato que continua internado em hospital de Ribeirão Preto.

Ivan Sartori, que iniciou a sua gestão neste janeiro, ao tomar posse como presidente, reafirmou o que já vinha dizendo desde a época da candidatura: que se eleito, realizaria uma administração ouvindo, sempre que possível, os integrantes do Judiciário e dialogando com os outros poderes.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 20 de janeiro de 2012, 7h25

Comentários de leitores

3 comentários

coragem de mudar

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Presidente Ivan Sartori,
É o momento histórico adequado para implementar a verdadeira democracia no TJSP. E isto exige transparencia.
O Judiciário Paulista enquanto estrutura, está minguando e cada vez pior.
V.Exa. pode passar para a história de duas formasd: Como o Magistrado que transformou ou o Magistrado que se conformou.
Está em suas mãos. Desejo-lhe sorte. Seja ousado.
Os advogados agradecerão e os Jurisdicionados voltarão a acredtiar.

Tomara que ouça e corresponda aos anseios sociais

escrevente (Serventuário)

Tomara que o Presidente ouça com atenção nossas reivindicações e os da sociedade. Vários Presidentes visitaram nossas Comarcas mas não houve uma melhora sensível. Somos a base do Tribunal de Justiça; é daqui que sai a tutela jurisdicional pretendida pelos jurisdicionados. Em segunda instância só chegam os recursos. É aqui em baixo que a população vem socorrer-se e onde o Tribunal tem que estimular e dar recursos. Pagar atrasados de magistrados e desembargadores não melhora em nada a imagem da justiça perante a sociedade. Ao contrário, mostra à sociedade o quanto o tribunal é corporativista. Espero, sinceramente, que o Presidente seja um homem de palavra e faça valer suas promessas.

Real democracia?

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Mas e os jurisdicionados e seus representantes (os advogados) não serão igualmente ouvidos? Sob o manto da democracia, o que se vê nessa administração é tão somente a perpetuação da oligarquia.

Comentários encerrados em 28/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.