Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Futuro interrompido

Advogado Marcos Manrique morre em acidente de carro

O advogado Marcos Manrique morreu aos 32 anos, na noite desta quarta-feira (10/8), em um trágico acidente na MT 010 no sentido São José do Rio Claro — Diamantino. "Ele era dono de raro talento, reconhecido por todos professores e colegas", lamentou o ministro do STF, Gilmar Mendes, que descreve o amigo como "uma excelente pessoa". Manrique mantinha em Diamantino um escritório bem sucedido nas áreas tributária e trabalhista, e era aluno do mestrado no IDP, em Brasília.

De acordo com o site Arenápolis News, o carro que o advogado dirigia colidiu na traseira de um caminhão bi-trem canavieiro em frente ao local conhecido como Silinho da C.Vale na MT 010. No momento do acidente, o advogado estava sozinho no veículo e o caminhoneiro fugiu do local. Marcos Manrique morreu no local.

O carro pertencia a Francis Menegon, professor do curso de Direito da UNED (Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Diamantino). Manrique formou-se pela UNED, na 1º turma de Direito e foi aprovado em várias fases para o concurso de juiz. Dedicado aos estudos só recebeu elogios dos professores e foi condecorado como aluno nota 10 da faculdade na época.

Aprovado na OAB, começou a militar na advocacia em Diamantino e logo ampliou horizontes e foi convidado para dar aulas na UNED. Cursando mestrado em Brasília, Marcos Manrique já se preparava para residir na capital federal, onde também já possuía escritório.

Manrique faleceu e deixou esposa e um filho. No exato dia do acidente, sua mulher descobriu que estava grávida do segundo filho. O jantar programado para acontecer nesta quinta-feira (11/8) em comemoração ao Dia do Advogado foi cancelado pela OAB de Diamantino, bem como o baile que aconteceria nesta sexta-feira (12/8) na Tribo. A OAB emitiu nota de pesar.

A UNED lamentou o falecimento e emitiu nota de pesar enaltecendo as qualidades do ex-aluno e professor da entidade.

Revista Consultor Jurídico, 11 de agosto de 2011, 21h06

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/08/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.