Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crimes violentos

CNJ fará mutirão no Pará para acelerar julgamentos

O Conselho Nacional de Justiça, em parceria com o Tribunal de Justiça do Pará, vai fazer um mutirão em Belém para acelerar o julgamento de processos de crimes contra a vida, principalmente os relacionados a conflitos agrários.

O estado do Pará foi escolhido porque é o que apresenta maior incidência de crimes violentos, explica Marcelo Martins Berthe, juiz auxiliar da Presidência do CNJ e coordenador do Fórum de Assuntos Fundiários.

“Diante do acirramento da violência e do sentimento de impunidade que gera a falta de julgamento rápido, achamos conveniente fazer o mutirão”, informa Berthe. A expectativa é que a celeridade do julgamento desestimule a prática de novos crimes no estado.

Os juízes estaduais estão selecionando os processos a serem levados ao mutirão, que será feito no final de setembro ou início de outubro. Esse será o segundo mutirão de julgamento no estado. O primeiro foi em Marabá, em 2009. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 2 de agosto de 2011, 8h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/08/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.