Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Omissão de bens

Justiça eleitoral recebe denúncia contra Tiririca

O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aluísio Sérgio Rezende Silveira, recebeu nesta quarta-feira (22/9) denúncia contra o candidato a deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva (PR), o Tiririca. O Ministério Público Eleitoral denunciou o candidato por omissão da declaração de bens no pedido de registro de sua candidatura. Cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

Silveira recebeu a denúncia preliminarmente para que o candidato possa apresentar sua defesa em dez dias. Após análise da defesa, o juiz se confirma ou rejeita a denúncia. Caso confirme, tem início o processo criminal para apurar se houve ou não o crime.

O MPE ofereceu a denúncia com base no artigo 350 do Código Eleitoral. O dispositivo prevê como crime eleitoral “omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, para fins eleitorais”. A pena prevista é a de reclusão até cinco anos e pagamento de multa, se a omissão for em documento público.

A coligação de Tiririca, “Juntos por São Paulo”, é formada pelos partidos PR, PT, PRB, PCdoB e PTdoB. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRE-SP.

Revista Consultor Jurídico, 22 de setembro de 2010, 15h58

Comentários de leitores

3 comentários

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

Gilson Raslan (Advogado Autônomo - Criminal)

O caso de Tiririca é idêntico ao do Serra, que deixou de declarar a propriedade de sua casa, embora ela esteja em nome de sua filha.

ele sabe o que faz um deputado...

Trans Sem Dente (Outro)

antes de eleito, o Tiririca mostrou que, ao contrário de sua fala na campanha, sabe muito bem das coisas.
a defesa deve estar pronta a essa hora.

coitado do Tiririca

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Acho sua candidatura medíocre. Porém creio que o MPE deve ir atrás dos grandes peixes. Esse é cachorro morto.
Não acredito que sua impugnação prevaleça. Será absolvido com certeza. Porém, já esta eleito.
Viva a democracia, se é que existe uma.
Viva a republica das bananas.

Comentários encerrados em 30/09/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.