Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Rede nacional

TSE dá prazo para Lula, Dilma e PT se defenderem

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Aldir Passarinho Junior, abriu prazo de cinco dias para que o Partido dos Trabalhadores (PT), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a pré-candidata do partido à presidência da República, Dilma Rousseff, se quiserem, apresentem defesa na representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral. O MPE acusa o PT de usar a propaganda partidária antecipada.

Segundo o MPE, ela foi feita em cadeia nacional, veiculada no último dia 13 de maio, com "explícita exaltação do nome da pré-candidata e propaganda negativa do candidato adversário", com vistas à eleição de 2010.

De acordo com a representação, assinada pelo procurador-geral eleitoral Roberto Gurgel, o presidente Lula ocupou metade do espaço do programa para traçar a trajetória da ex-ministra da Casa Civil, sua capacidade, ideias, e opiniões. "No esforço para exaltar seu nome, valeu até a comparação com o líder sul-africano Nelson Mandela", ressaltou o procurador. Com informações da Assessoria de Imprensa do TSE

Revista Consultor Jurídico, 28 de maio de 2010, 19h02

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/06/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.