Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Interesse público

TJ-SP tenta colaborar com a divulgação de notícias

A decisão do novo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Antonio Carlos Viana Santos, de aperfeiçoar a comunicação com a sociedade já está dando resultados. Os juízes e desembargadores foram estimulados e estão encaminhando à Comissão de Imprensa e Comunicação do tribunal decisões que, sem contrariar a lei e com base no interesse público, são informadas à imprensa.

Para esse trabalho, inédito em São Paulo, os desembargadores do TJ-SP já visitaram os principais veículos de comunicação do estado. O primeiro órgão a ser visitado foi a redação da revista eletrônica Consultor Jurídico. A Comissão visitou também as revistas Veja, Istoé, Época, Exame e Carta Capital. E ainda: as emissoras de rádio, jornais e redes de televisão.

Dos encontros, sempre com jornalistas, surgiram ideias, sugestões, além de convites para exposições objetivas e detalhadas sobre juiz e atividades jurisdicionais, o que está para ser agendado.

A comissão solicitou aos magistrados de primeira e segunda instâncias para que colaborem com a divulgação, sempre que permitido por lei, de decisões de interesse público, jornalístico, de repercussão social, econômica ou política. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 25 de maio de 2010, 12h20

Comentários de leitores

4 comentários

Louvável iniciativa - resposta da resposta

Riberto. (Oficial de Justiça)

Percebe-se que o respeitavel Dr. Valdir é advogado na Capital ( e somente na capital ), nas redondezas do João Mendes e talvez também amigo pessoal do D'Urso , tendo em vista as grandes dificuldades informadas quanto ao entendimento da relação "notícias de interesse da população / greve no judiciário estadual".
É possível talvez, e aí o r. causídico terá plena razão, que a população já não tenha interesse no tema - afinal, o próprio Judiciário e seus apêndices andam por demais desacreditados - e não sem motivos, convenhamos ...
Parabéns pela análise crua, profunda e inteligentemente embasada.
Ah , e boa sorte também ... o Sr. certamente a merece ( ou talvez dela necessite ) !!!

Que divulgação?

Flávio (Funcionário público)

A única divulgação que realmente interessa a população é a da lista de pagamento dos precatórios. O Des. responsável pela lista deve estar com dificuldades para elaborá-la!!!!

Louvável Iniciativa - resposta

Gusto (Advogado Autônomo - Financeiro)

Sr. Riba, não entendi o que uma coisa tem a ver com a outra (informações à sociedade sobre decisões judiciais e greve dos servidores). De qualquer forma, a segunda (greve) só pode ser considerada como uma piada ante o número de adesões, tanto que os Cartórios funcionam como sempre (natural e morosamente), com publicações rotineiras e prazos com fluência normal. As audiências também estão sendo realizadas normalmente, daí porque parece que os servidores estão mal representados ou mal informados sobre eventuais direitos questionados, pelo menos essa é a impressão que eu tenho diante, repito, da infima adesão à greve, bem distante daquela realizada nos idos de 2004. Assim, pelo andar da carruagem, já é possível sim avaliar que não há transtorno algum à sociedade, ao menos no momento. Ou a classe esta desunida em face das informações passadas pelo respectivo Sindicato, ou grande parcela de funcionários acha que a greve é uma furada.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/06/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.