Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Anistiado político

Família de Covas deve receber R$ 2,3 milhões

O ex-governador de São Paulo Mario Covas, morto em 2001, foi considerado anistiado político pela Comissão da Anistia, em São Paulo. Com a decisão, a família do político deve receber indenização em torno de R$ 2,3 milhões. A informação é da Agência Brasil.

O processo em questão foi requerido por Florinda Gomes Covas, a dona Lila, mulher do ex-governador. Ela pediu o pagamento de uma quantia referente ao período em que Covas teve seus direitos políticos cassados. Ele deixou de receber seu salário de deputado federal entre 1969 e 1979.

Durante este período, Covas trabalhou como engenheiro na cidade de Santos, onde nasceu. Seguindo o texto da lei, a relatora do processo afirmou que, ao estado, cabe pagar uma prestação única de 300 salários mínimos, com o teto de R$ 100 mil. São 30 salários mínimos por ano de privação do trabalho.

"O Estado brasileiro pede perdão à família de Mario Covas e o declara anistiado político post mortem", afirmou Sueli Belatto, integrante da Comissão da Anistia. Durante o relato, Sueli leu trechos de discursos de Covas, incluindo também depoimentos que o então deputado prestou aos militares após o Ato Institucional número 5. "A liberdade é algo pelo qual se merece morrer em qualquer lugar do mundo", disse Covas, ao ser questionado se morreria pela liberdade de outros países, como o Vietnã.

O neto do ex-governador, o advogado Gustavo Covas Lopes, representou dona Lila na sessão de julgamento. "Ele [Mario Covas] teve uma vida pública bem forte, era respeitado por todos os partidos políticos, todo mundo o reconhecia como um grande homem. Só faltava o Estado brasileiro", disse. "Em um país em que político é sinônimo de corrupto e ladrão, é mais que uma alegria, é uma honra ser neto de um político como o meu avô."

Revista Consultor Jurídico, 5 de fevereiro de 2010, 18h09

Comentários de leitores

3 comentários

COVAS "é declarado anistiado políico"

CCB1949 (Contabilista)

ESTE INTERNAUTA:
nunca atuou como político desde que se tornou eleitor no território nacional...
No entanto,acredita que a ORDEM dos ADVOGADOS do BRASIL,pode e deve abrir ESPAÇO em SEU SITE e criar condições aos seus filiados que se encontrem punidos contra texto expresso de lei ou fato incontroversso e,declarar anistiados quem assim foram impedidos de advogar.
Entre os quais,se encontra este que comenta a ANISTIA de COVAS.
Ele,de fato,é homem publico de notável caráter de parlamentar e de governador que foi.
Este aqui,eleitor e inscrito na OABSP sob o número 40385 em 1975, não advoga por ter sido punido sem justa causa.Clama por sua ANISTIA na OAB NACIONAL
É vero
JRPADILHA
77 de idade
090210 terça feira às 13:05

COVAS "é declarado anistiado políico"

CCB1949 (Contabilista)

ESTE INTERNAUTA:
nunca atuou como político desde que se tornou eleitor no território nacional...
No entanto,acredita que a ORDEM dos ADVOGADOS do BRASIL,pode e deve abrir ESPAÇO em SEU SITE e criar condições aos seus filiados que se encontrem punidos contra texto expresso de lei ou fato incontroversso e,declarar anistiados quem assim foram impedidos de advogar.
Entre os quais,se encontra este que comenta a ANISTIA de COVAS.
Ele,de fato,é homem publico de notável caráter de parlamentar e de governador que foi.
Este aqui,eleitor e inscrito na OABSP sob o número 40385 em 1975, não advoga por ter sido punido sem justa causa.Clama por sua ANISTIA na OAB NACIONAL
É vero
JRPADILHA
77 de idade
090210 terça feira às 13:05

Covas anistiado - familia receberá R$ 2,3 milhões.

Renato C. Pavanelli. (Advogado Autônomo - Civil)

Ola Prezados Brasileiros e Leitores do CONJUR.
Perdoem-me a maneira e o desabafo.
A referência e sobre políticos, guerrilheiros anistiados e relacionados com o assunto.
Sabem o Brasil não é confiável, para poucos ou alguns "TUDO", para a maioria "NADA".
Enquanto milhares de pessoas estão nas filas da justiça em geral, em especial a justiça federal aguardando seus processos já há muitos anos de ajustes em seus benefícios de uns míseros reais, e, muitos morrem nessa fila de espera, vemos uma notícia dessas com tal valor. (Conheço casos que pessoas estão esperando seus pagamentos, inclusive da época do governador Covas - Professores, estão esperando já por vinte e cinco / 25 anos)
Isso me permite dizer, pelo longo de meus anos (63), que o sistema administrativo e político (espero que não contamine o judiciário), que esse sistema coloca lamentavelmente o Brasil tipo: Por causa da administração publica e dos políticos o "Brasil não prestou ontem, não presta hoje e não prestará amanha", pois, é assim mesmo, tudo para "ELES", quanto ao povo, bem o povo é o povo não é? Nada mais do que isso, continuem trabalhando e pagando seus impostos para sustentar a nata de "ELES".
Saudações.
Renato.

Comentários encerrados em 13/02/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.