Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fim da carreira

Ministra Denise Arruda pede aposentadoria no STJ

Por 

A ministra Denise Arruda, do Superior Tribunal de Justiça, aproveitou a solenidade de abertura do Ano Judiciário nesta segunda-feira (1º/2) para pedir sua aposentadoria. O comunicado foi feito pelo presidente da corte, ministro Cesar Asfor Rocha. A ministra faz 69 nove anos em fevereiro, e fica a um ano da idade de aposentadoria compulsória. A cerimônia no STJ aconteceu no início da tarde, na Corte Especial.

Ela está no STJ desde 2003, nomeada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A ministra ocupa uma cadeira na 1ª Turma, na Seção de Direito Público, mas não faz parte da Corte Especial. Advogada de formação, ela entrou no Judiciário em 1966, como juíza estadual no Paraná, onde ficou, por 27 anos, na primeira instância, outros nove no extinto Tribunal de Alçada, e mais dois na função de desembargadora. Antes do Judiciário, Denise Arruda advogou por três anos.

Nascida na cidade de Guarapuava, no Paraná, a ministra é solteira, e formou-se em Direito em 1963 pela Universidade Federal do Paraná. Além disso, é mestre em Direito das Relações Sociais pela Universidade Estadual de Londrina.

[Notícia alterada em 1º de fevereiro, às 16h56, para correção de informações.]

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 1 de fevereiro de 2010, 12h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/02/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.