Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Denúncia aceita

Assassino de Glauco agora é réu perante a Justiça

O juiz José Marcos Silva, da Vara do Júri de Osasco (SP), aceitou, na última terça-feira (20/4), a denúncia do Ministério Público de São Paulo contra Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, agora réu confesso de matar o cartunista Glauco e o filho dele, Raoni. De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, que divulgou as informações nesta quinta0-feira (22/4), o processo correrá em segredo de Justiça. Carlos Eduardo Sundfeld Nunes — que ainda não fez exames para atestar sua sanidade mental, requisitados pelo MP — confessou os crimes à polícia. A informação é da Agência Brasil.

Carlos Eduardo foi denunciado pelo MP na última segunda-feira (19/4) por homicídio duplamente qualificado — por motivo torpe e por impedir a defesa da vítima — em relação à morte de Glauco. O MP também apresentou denúncias por homicídio duplamente qualificado em relação à morte de Raoni, por dificultar a defesa da vítima e por tentar assegurar a impunidade e garantir a fuga. O acusado ainda foi denunciado por lesão corporal à viúva de Glauco, Beatriz Galvão. Caso venha a ser condenado, Carlos Eduardo poderá pegar pena que varia de 24 a 68 anos de prisão.

Revista Consultor Jurídico, 22 de abril de 2010, 18h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/04/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.